https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Marcas

 
Marcas
 

o alto relevo das cicatrizes sob a chuva do tempo,
não se apaga
.
sempre um desbotado mapa
de caminhos tortos
balança no vento
.
como gotas de orvalho,
o contraste é um diamante
levando dentro
eufóricas tatuagens
que bateram asas
nos traçados rotos

 
Autor
Amanayara
Autor
 
Texto
Data
Leituras
358
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 04/10/2016 13:29  Atualizado: 04/10/2016 13:29
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1615
 Re: Marcas
Das cicatrizes às tatuagens, tudo marcas deixadas na pele, irremovíveis.
Mas entre altos relevos que a chuva não desfaz, e o diamante que satisfaz-se na sua preciosidade, há um mapa que tudo é, menos um objecto que nos leva pelo caminho certo.

Apenas um testemunho de todos os caminhos errados que insistimos em seguir. Os erros deixam marcas.

Com um pouco de sorte, este teu poema também.

Bj