https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Minimalistas : 

assim como noz

 
Open in new window


Preservando
a cor, sabor
e essência
sem facilitar a invasão
feita por nós,
veste-se de
rústica casca,
a noz


 
Autor
Amanayara
Autor
 
Texto
Data
Leituras
529
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
4
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jerenino
Publicado: 25/10/2016 14:34  Atualizado: 25/10/2016 14:34
Da casa!
Usuário desde: 04/09/2016
Localidade: ponte nova mg
Mensagens: 486
 Re: assim como noz
inspirado numa linda e rara preciosidade sem preço

amei esse poema curto e lindo

Beijos poéticos para você

( jerenino )

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/10/2016 21:34  Atualizado: 25/10/2016 21:34
 Re: assim como noz
Linda inspiração!

Um abraço,

Anggela

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 26/10/2016 03:04  Atualizado: 26/10/2016 03:04
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29490
 Re: assim como noz
Cores de um natural que se veste de um aquilo

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 26/10/2016 23:40  Atualizado: 26/10/2016 23:41
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1926
 Re: assim como noz
Poema de noz vestido de ostra.
Mas gostei sobretudo da homófonia entre nós e noz, já andei a brincar um pouco por aí.
A preservação tem muitos rudimentos. E as aparências, tão valorizadas hoje em dia, podem esconder uma miríade de interiores.
Com mais ou menos beleza, ou sabor.

obrigado

bj