https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sensações digitais: como nasce o poema

 
Tags:  silêncio  
 

Labaredas
abrindo asas

desordem
p’lo trigal do silêncio

mergulhando
e emergindo

dura tempestade
da lembrança

acendendo
novas fagulhas

roçar de espigas
maduras

volteios abissais…

Som seco de um poema
ardendo

pura loucura
nas sensações digitais


 
Autor
Nininha
Autor
 
Texto
Data
Leituras
570
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
44 pontos
14
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jerenino
Publicado: 13/10/2016 20:08  Atualizado: 13/10/2016 20:10
Da casa!
Usuário desde: 04/09/2016
Localidade: ponte nova mg
Mensagens: 486
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema
Ao riscar as letras sobre o papel

A nininha faz seu leitor flutuar até o céu.

Amei a leitura bjs amiga poetisa


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 14/10/2016 00:00  Atualizado: 14/10/2016 00:00
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2415
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema
Nininha!
Que coisa mais bonita isso que voce escreveu! Simplesmente fantastico o jeito que voce dissertou sobre o nascimento de um poema.
Lindissimo!

Beijos!


*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 14/10/2016 02:16  Atualizado: 14/10/2016 02:16
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15408
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema
Acho que estamos em sintonia poética. Gostei muito. Beijos!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 14/10/2016 15:22  Atualizado: 14/10/2016 15:22
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema P/Nininha
É demais demais tanta beleza, oh, milagre da Natureza! Beijinhos, beijocas e beijões Vólena

...pelo trigal do silêncio
nascem ideias geniais
entre espigas e papoilas
o grito de dores se esvai
entre o chilreio dos pardais!


Enviado por Tópico
Tonton
Publicado: 14/10/2016 15:36  Atualizado: 14/10/2016 15:36
Colaborador
Usuário desde: 13/09/2016
Localidade:
Mensagens: 612
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema
Lindo


Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 14/10/2016 18:59  Atualizado: 14/10/2016 18:59
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 880
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema
Nessas sensações digitais
As loucuras são tamanhas
Todas gritam os seus ais
Até rasgarem entranhas!

E das palavras, paridas
Cada uma com seu tema
Serão sempre renascidas
Num abraço do poema!

…Porque sempre se entrelaçam!

Beijos


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 15/10/2016 16:11  Atualizado: 15/10/2016 16:11
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4260
 Re: Sensações digitais: como nasce o poema
Olá Menininha adorável,

Nunca me lembraria de me referir ao nascimento de um poema de tal forma, mas está exacta assim como a escreveste - tal e qual.

Um registo diferente, mas sempre superior na infima facilidade como dedilhas todos os versos que partilhas, eu diria mesmo que tu és a própria inspiração.

Adorei ler-te, parabéns

Beijos
Maria