https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Cego de nascença

 
.

Open in new window

Ele é cego de nascença,
este Amor que já me invade,
por vezes desejo ardente,
por vezes pura saudade.

Ele está dentro de mim,
dançando na noite escura;
ele não precisa ver,
ele é luz, ele é tortura.

O seu fado misterioso
leva meu sonho, minh'alma,
por um mar embravecido,
por um lago em noite calma.

Anseio de entrar em ti,
alma elevada na altura,
olhos absortos de gozo,
vento de imensa ternura.

Ele é cego de nascença
e fere com a poesia,
colocou luz nos teus olhos
sem saber que eu morreria.
 
Autor
Juanito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
297
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
54 pontos
16
3
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 16/03/2017 14:14  Atualizado: 16/03/2017 14:14
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16055
 Re: Cego de nascença
Juanito
Parabéns! Belíssimo poema!
Obrigada por partilhar!
Adorei!
Levei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/03/2017 14:29  Atualizado: 16/03/2017 14:29
 Re: Cego de nascença
Lindo poema juanito.

Parabéns pela inspiração.

Abraços,

Anggela


Enviado por Tópico
CéuAzul
Publicado: 16/03/2017 14:37  Atualizado: 16/03/2017 14:37
Super Participativo
Usuário desde: 18/02/2016
Localidade:
Mensagens: 148
 Re: Cego de nascença
Adorei ler!


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 16/03/2017 14:48  Atualizado: 16/03/2017 14:48
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Cego de nascença/ PARA JUANITO
Não é exagero, mas aqui nesse poema a gente reconhece a profundidade contínua de inspiração, espontânea e expressa nas palavras. Desde o primeiro verso ao último.

Mais que um poema, é poesia pura, prova de amor com substância da alma!

Amei, amei, amei !

Beijo de poesia!




Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 16/03/2017 14:51  Atualizado: 16/03/2017 22:16
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1936
 Eu sou tudo aquilo por onde me perco...


Eu sou tudo aquilo por onde me perco
Excepto aquilo que não quero e vou
Paisagens do que suponho eu ser real sonho
Ver na mente alucinada imaginando d'screvo

Estações de carvão e lagos sem peixes dentro
Em vez de florestas de abetos verdes cinza,
Impérios do nada paredes lisas e corredores
Para o vazio


Enviado por Tópico
Gio
Publicado: 17/03/2017 09:53  Atualizado: 17/03/2017 09:53
Muito Participativo
Usuário desde: 13/12/2016
Localidade:
Mensagens: 51
 Re: Cego de nascença
Muito bom, parabéns


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 18/03/2017 00:26  Atualizado: 18/03/2017 00:26
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12509
 Re: Cego de nascença p/Juanito
...há paixões que cegam, mas quando chega o amor, nasce a lucidez , adorei é brilhante! Abraço Vólena