Poemas -> Tristeza : 

SÍLVIA NA AABB

 
Tags:  poema  
 
SÍLVIA NA AABB
 
SÍLVIA NA AABB
(Jairo Nunes Bezerra)

Pensativa, ela foi vista sentada à mesa...
A fumaça de seu cigarro formava círculo...
Seus triste olhar, personificação de deusa,
Seus pensamentos, talvez, empedernidos!

Estado desnorteado?...Vigentes emoções?...
Talvez, recordação de tempos bem vividos...
Onde à realidade expulsava as áureas ilusões,
Sem evoluções, quebradiças, tais vidros!

E digo-lhe com veemência: Viva criança!...
Despreze aquelas irrecuperáveis lembranças,
E pra o mundo passe a sorrir!

Preserve o teu exuberante porte de princesa!
Viva o presente exibindo a tua realeza,
Que teu amplo jardim voltará a florir!





 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
60
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.