https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

A morte de Deus...

 
Vejo sempre ao entardecer a gente que carrega a noite a buscar um vão de montra de rua para estender o cartão que lhe serve de colchão! Demora os olhos na vitrina presa a uma televisão para venda que demonstra a ultima tecnologia de alta definição no retrato pungente de uma criança esvaída numa praia.

Fica especado a apreciar a qualidade da imagem que mostra os mil fragmentos da bomba, agora banhados em sangue num qualquer mercado, não importa onde, só a alta definição importa!

A imagem muda e mais uma vez essa qualidade férrea mostra-nos os gordos sentados em poltronas a decidir o que fazer dessas bombas, das crianças que se misturam com os seixos das praias tão mortos como eles. Das mães que rasgam as coxas em embarcações para logo se perder numa rajada assassina, de vento ou de metralha.

E em discussões intermináveis invocam até Deus… Numas invocações ele usa uma coroa de espinhos, noutras aparece simplesmente vestido de um branco imaculável, outras ainda um turbante. E cada um tem a certeza que esse é que é Deus, que o seu retrato é o mais fiel!

Tão bem retratado que o desenho serviria para lhe dedicar um túmulo: “aqui jaz um Deus que nada quis com os seus!” Como se ele se importasse!

Por isso não me perguntes se eu acredito em Deus, diz-me antes se ele acredita em mim!

 
Autor
jaber
Autor
 
Texto
Data
Leituras
246
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
57 pontos
11
7
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 14/06/2017 11:42  Atualizado: 14/06/2017 11:43
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 13853
 Re: A morte de Deus...
Jaber
Que texto polêmico! Penso que não foi Deus que nos abandonou, nós que o matamos dentro de nós, fazemos isso diariamente!
Gostei da leitura!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 14/06/2017 11:44  Atualizado: 14/06/2017 13:23
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1289
 Re: A morte de Deus...
Zafirun!
Cronicar assim é bom...
Deus não acredita em mim.
Gostei do mote. A actualidade é terreno fértil e inspirador.
Há uma amargura irónica que não se permite ao sarcasmo. O assunto é demasiado sério para isso.
Mas pode o sem-abrigo, assim, esquecer-se da fome, do frio, com o calor da tv e dos seu megapixéis...

Turbante, salamaleques, mantras e coisinhas que alimentam a ignorância e o medo.

Abraço


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 14/06/2017 11:57  Atualizado: 14/06/2017 11:57
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8079
 Re: A morte de Deus...
está difícil acreditar! um texto muito sensível, escreves muito bem, cada vez que apareces é uma lufada de ar fresco no site.
bjo


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 14/06/2017 13:01  Atualizado: 14/06/2017 13:01
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1105
 Re: A morte de Deus...
Crónica interessante e gizada com engenho.
O Deus, a entidade divina, está "morta" por cada um de nós. O Deus, a entidade financeira/económica" rege os Homens que regem o povo...a devoção saiu do altar para os cofres, os estádios, a passerelle e centros comerciais, etc.
Gostei da leitura e do tema.
Obrigada e um abraço

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 14/06/2017 16:02  Atualizado: 14/06/2017 16:42
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8084
 Re: A morte de Deus.../ PARA JABER
Olá Jaber!

Li seu texto com atenção, e percebi que ao expor ao olhar cenas de uma realidade nua e crua das misérias no mundo, citando a apresentação das mesmas pelas TVs em telas de ultima tecnologia de alta definição, como bem disse no seu texto, não mencionou uma organização governamental, mas evocou o homem comum, em especial os crentes em Deus, sentado em sua poltona a pensar...
Reflito, então, a partir daí, que tão triste e funesto quanto os fragmentos da desgraça no mundo é o "acomodar" por parte das pessoas que assistem indiferentes, ou sem levantar a bunda da poltrona onde se acomodam física e moralmente porque estão intrincadas em suas análises improdutivas, e muitos outros que simplesmente "aceitam" a infelicidade alheia respingando sangue e dor em todos os pontos do mundo, como se não tivesse nada ver com isso.

Suas palavras, impõe uma reflexão, independente ou não de se acreditar na existência de um Deus. E aos que creem, pior porque se supõem encontrar o Criador de tudo, na pessoa do próximo, e que a chamada "porta do céu" só será aberta aos crentes, através do trabalho do bem a todos, mas...quanta incoerência!...Se demoram nessa confortável "poltrona" e não a largam por nada.

Se dá o que pensar, há também muito trabalho individual ou coletivo a ser realizado em favor desses carentes de pão e de amor. E tenho certeza de que muitos anônimos já se encontram a serviço, minorando sofrimentos.

Pra finalizar - o título da crônica. Recordo Nietzsche , que proclamava a morte de um ser inexistente para ele, através da boca de um “homem louco”. Penso que o seu pensamento estava muito a frente de seu tempo...e não o compreenderam...Hoje, os crentes "matam" Deus em si mesmos, quando nada fazem em favor do próximo.

Perdoa-me o "textão" Jaber, mas não resisti. rsrs

Parabéns pelo olhar inteligente e humanista que entrevi em suas palavras. Abraços.

Enviado por Tópico
silva.d.c
Publicado: 14/06/2017 16:33  Atualizado: 14/06/2017 16:33
Da casa!
Usuário desde: 26/10/2010
Localidade:
Mensagens: 406
 Re: A morte de Deus...
e quem é deus? para o homem, deus é como clube de futebol, cada um tem o seu...ou como religião, cada uma com o seu e seus fieis com ela, ou como partido político...para mim deus não tem religião, nem forma, é talvez o mais aproximado possível com a ideia de uma ideia, ou com a força e energia de uma ideia, melhor até, para mim deus é um sentimento, o único que pode ser transversal a todos os homens, para mim deus é amor...quero acreditar que naturalmente e na sua origem todos os homens são bons...é o mundo que, pela educação, formatação, pelos egos criados no homem e pelo homem, corrompe a humanidade...mas a decisão final por qualquer acção e pensamento, é sempre do homem...se há mal no mundo, e entenda-se como mal, fome, guerra, racismo, discriminação, pobreza, etc, a culpa é apenas do homem, não da ideia de deus criada por este para efeitos de divisão entre iguais, para arcar com a responsabilidade dos seus actos e para descargo da sua própria consciência...eu não acreditava em deus em nome da ciência, até perceber que a ciência é também, actualmente, uma forma de religião...no presente, acredito em poucas coisas que não posso ver ou experimentar por mim próprio, mas acredito que há algo maior que os homens que permeia todos os homens e esta ideia, ou "crença" não me permite acreditar em divisões religiosas, políticas, desportivas, etc...bom reler-te...abraços

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/06/2017 22:15  Atualizado: 14/06/2017 22:15
 Re: A morte de Deus...
dead pixels
crawl on my screen
HD, brand-new
not defective...

dead bodies
is what I've seen
fading: brand-new
gaming service...


deus joga, mas não dados

Enviado por Tópico
AlmaMater
Publicado: 15/06/2017 00:05  Atualizado: 15/06/2017 00:05
Da casa!
Usuário desde: 13/04/2017
Localidade:
Mensagens: 285
 Re: A morte de Deus...
... a lembrar a problemática da existência de Deus e do sentido da vida.

Muito Bom.

Sorriso

AM