https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Barco pequenino

 
Tags:  mar    ondas    barco    vendavais  
 
Open in new window

Barco pequenino

Um dia saí com o barquinho da esperança
E fui navegar pela grande extensão do mar
Já era grande, mas minh ‘alma era criança
E só pensava o mundo inteiro conquistar

Logo notei que o meu barco era pequeno
E as grandes ondas seria difícil suplantar
Mas percebi que eu era bastante ingênuo
E a sanha do mar tão logo iria me derrotar

Remei pra trás para atracar no velho cais
Pois só assim que desviei dos vendavais
E contra a maré nunca mais voltei a remar

Eu descobri que era frágil o meu barquinho
Não sustentava os meus sonhos de menino
Agora só o tempo que me pode naufragar.


jmd/Maringá, 14.07.17





verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
54
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 17/07/2017 12:34  Atualizado: 17/07/2017 12:34
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 26466
 Re: Barco pequenino
Um oceano de palavras onde os sentidos se fazem belamente