https://www.poetris.com/
Prosas Poéticas : 

Na quentura da tua cama

 
Open in new window

O tempo escama a cama,
Se no tempo de desacamar
Fizeres da cama
Tua pousada da fama,
Ninguém te chama
Pra atear a chama
Nas brasas do tempo,
Nem por ti ninguém clama
Pela dor que te queima,
E no calor de lágrimas,
Viverás o drama
Que nunca acalma
As intempéries do tempo
Que já não mora
Na quentura da tua cama

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
180
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
4
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 07/09/2017 12:41  Atualizado: 07/09/2017 12:41
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12490
 Re: Na quentura da tua cama
Muito bom jogos de palavras é tema, poeta amigo. Parabéns e um forte abraço! Que esta chama permaneça acesa!


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 11/09/2017 12:03  Atualizado: 11/09/2017 12:03
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 26925
 Re: Na quentura da tua cama
A ternura das palavras se desenvolve de um jeito pleno e se completa nesse magnifico poema