https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

AVANÇO LENTO

 
Tags:  poema  
 
AVANÇO LENTO
 
AVANÇO LENTO
(Jairo Nunes Bezerra)

Subjugado pela emoção que me domina,
Mesmo algemado sigo em frente...
Fito os raios solares descuidado da minha retina,
E pacientemente do luar fico dependente!

A calmaria logo se faz presente em meu olhar,
Antes ofuscado pelo calor ardente...
Pela felicidade fico a clamar,
Alimentando um milagre pendente!

E o milagre veio liberando uma frieza,
Disso tinha certeza,
E vegeto iluminado pelo fenômeno reinante!

Tiritando com a nova aragem,
Sinto-me regressam-te de uma longa viagem,
E da cama viro andante!

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
287
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.