https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Sonata

 
Sonata

Ecos ressoam na casa...
vazia...
parindo
vozes,choro e risos
que
junto com o pó vão caindo.


Nas frestas abertas
Open in new windownos ninhos
serão ratos vindo do mato
ou de passarinhos
arrulhando nos ninhos.


Nenhum lugar é assim
nem em minha alma pobre e oca
sufocada está a morte em mim
uma agonia rouca. . .
e descabida.


Miríade de estrelas
brincam no céu
eu saio a porta para vê-las
o luar me entorpece
e como um véu
se apressa a esconde-las.


A brisa sopra morna
alvoroçando a mata,
o luar tinge-me de prata
e as folhagens
no vento
são os acordes de uma sonata.

Alexandre

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
201
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.