https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

[10h58 - Da crítica do silêncio]

 
Eu — consumido pelos anos,
malogrados os sonhos de ver o meu nome
impresso em letra de fôrma na capa de um livro,
eu concordo com o "maldito" Lima Barreto:

— "A única crítica que me aborrece é a do silêncio."
--------------------in "Amplius".
__________________
[Desterro, 20 de fevereiro de 2018 – 10h58]

 
Autor
CarlosStopa
 
Texto
Data
Leituras
438
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.