https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Coisas do coração

 
Em trovas a um coração que murmura
Perdi-me em poemas feitos de poesia...
Disse-me, em segredo, que a cura
Para males de amor é a maresia,
Coisa de mar matinal dita ao ouvido
Ainda húmido de desejo e folia.
Resumi o conselho bem resumido
E disse-o ao meu coração vadio
Em tom de saber bem aprendido...
Bateu com força cá no seu sítio
Dando sinal de ter percebido
Todo o texto daquela lição.

Em trovas a um coração que murmura,
Dei com o meu, moribundo, a perecer,
Dizendo-me que a desilusão predura
E que não é de cura que precisa para viver.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
1961
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 21/01/2007 23:54  Atualizado: 21/01/2007 23:54
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Coisas do coração p/ Valdevinoxis
Olá poeta, belo poema... Adorei este coração moribundo!!! Beijinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/01/2007 08:52  Atualizado: 22/01/2007 08:52
 Re: Coisas do coração
Simplesmente lindooooooo.
Parabens

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 22/01/2007 16:59  Atualizado: 22/01/2007 16:59
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Coisas do coração
O coração precisa de amor para viver! E precisa de viver amando!

Beijinhos

Enviado por Tópico
Junior A.
Publicado: 22/01/2007 22:03  Atualizado: 22/01/2007 22:03
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2006
Localidade: Mg
Mensagens: 894
 Re: Coisas do coração
Apesar do tempo remido e escasso, não poderia deixar de ler-te, admirar-te em render-me aos teus tragos de amor, ou de inocente mágoa.
Cá, vejo coisas de muitos corações, que caminheiros, seguem, moribundos do vagar, sempre estrovando, um velho amor á sonhar.
Mui bueno poeta.