https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

EM SÉPIA

 
Tags:  SONETOS 2018  
 
EM SÉPIA

Atravessava o largo sob garoa
Abrigado de chapéu e sobretudo.
Quando, entre surpreendido e mudo,
Em sépia figurou sua pessoa.

Sim, um clarão vermelho lhe destoa
O reflexo dos óculos. Contudo,
Causava espécie o rosto 'inda desnudo
Onde um jovem artista se apregoa.

Registo d'um momento interrompido,
Apenas d'entretons foi colorido
Na exposição do filme àquela luz.

Mas a imagem fixada mais provoca
Pelo monocromático que evoca
Bela época a que dândis fazem jus.

Betim - 06 04 2018


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
337
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.