https://www.poetris.com/
Sonetos : 

ARIOSO

 
Tags:  SONETOS 2018  
 
ARIOSO

Alguns dizem que Amor é tão arisco,
Que às vezes vem sem quê nem para quê;
Depois, se vai enquanto ninguém vê,
Partindo sem deixar o menor visco.

Mas quem, por sua própria conta e risco,
Ama... Mal para o bem então o crê.
E, no afã que Amor faça-lhe mercê,
Uma trave ao olho passa como cisco...

Logo logo, galante e enamorado,
Um cristal lhe colore a realidade
Como sonhasse embora despertado.

E ao fim sofre d'Amor a liberdade
A ponto de por certo ter o errado
Ou mesmo uma mentira por verdade.

Betim - 14 05 2018


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
96
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 17/05/2018 09:57  Atualizado: 17/05/2018 09:57
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2371
 Re: ARIOSO
E ao fim sofre d'Amor a liberdade
A ponto de por certo ter o errado
Ou mesmo uma mentira por verdade.


👍um abraço poeta RicardoC


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 17/05/2018 12:32  Atualizado: 17/05/2018 12:32
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12045
 Re: ARIOSO P/RicardoC
A mentira é a verdade escondida, que acaba sempre por ser apanhada... jogo perigoso! GOSTEI! Abraço Vó