https://www.poetris.com/
Poemas : 

GRITO

 
GRITO

“Não, minha querida...
Grite seu amor aos quatro ventos.
Me faça seu aos ouvidos do mundo.
Publique, divulgue seu amor por mim
Porque isso o faço há tanto tempo
Que mesmo as pedras do caminho
Sabem seu nome.
Se breve é esse absurdo carinho
O faço eterno em sua finitude.
O amor, minha querida
É para ser compartilhado e sentido.”

(Proteus).


 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
179
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 26/05/2018 20:43  Atualizado: 29/05/2018 10:14
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2015
 Grito









Amor é água e
Eu sou azeite ...
(Signo peixe)

Gerado nos cestos
Da vindima num
No bissesto ano de

1820 - de dia artista,
Suporto a poesia
plos podres dentes,

Malabarista, à noite emborco
Garrafões d'aguardente
Como se fosse besugo

No forno, por isso tenho
Olhos grandes,
Sou dos signos peixe,

Água e Azeite ...tomate
Recente, sal qb ...










Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 26/05/2018 21:27  Atualizado: 26/05/2018 21:27
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: GRITO P/PROTEUS
...melhor esquecer, a água jamais ligará com o azeite, não se martirize. Um bom poema, abraço Vólena