https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

COMO UM PIRATA

 
COMO UM PIRATA



Não quero comparar-te a um PIRATA,
Mas PIRATA, fostes!

Roubou-me coração, me seduziu,
Deixaste-me enamorada, depois partiu!

Partiu para outras bandas
Desordenou-me os sentimentos

Tumultuou minhas vontades
Sondou meus pensamentos

Investigou minhas carências
Inquiriu cautelosamente meus desejos

Atordoou-me em carícias
Fez de mim seu álibi

Banhou-me a alma de sedução
Fez um banquete em meu viver

Alvoroçou-me em paixão
Baniu todas as certezas

Deixou-me a incerteza, e partiu...
Levando, o meu coração!





DI MATOS,

29/3/08

 
Autor
DI MATOS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1425
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/03/2008 22:26  Atualizado: 29/03/2008 22:26
 Re: COMO UM PIRATA
Que lindo poema.
É um roubo de um coração que acaba por não ser apoderado, e deixa a outra parte derrotada!
Rouba uma coração e não o conquista na sua plenitude, deixando a cara-metade devastada.

Frank_Mike