https://www.poetris.com/
Poemas : 

MUITOS QUE SOU II

 
MUITOS QUE SOU II
“Cada dia percebo que sou mais.
Tenho sido mais a vida toda
Muito mais agora,
Nesse mundo dos que se acham muito mais.
Eu, sou apenas mais...
Mais criança de rua
Mais homem e mulher pobre
Mais negro ou negra
Mais homossexual
Mais índio, mulçumano, palestino, tibetano, africano...
Os muitos que sou me tornam mais
Contra os que se acham muito mais
E perseguem, reprimem, humilham
Torturam e discriminam os que são mais.
Tenho pena desses que se acham donos de Deus.
Dos que se acham muito mais
pela cor da pele que lhes cobres os ossos.
Eu, na minha simplicidade, sou apenas mais...Um.
E nessa unidade de milhões, sou mais.
Serei sempre esse mais
Contra a injustiça dos que se acham muito mais.” (Proteus).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
27
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.