https://www.poetris.com/
Poemas : 

CENTELHA 21

 
CENTELHA 21

Irmãos,
Observe a beleza de um pôr do Sol
Ou as gotas de chuva em um temporal.
Observem...
Os rostos suados de homens cansados.
Ou o sorriso de jovens em suas brincadeiras.
Observem...
A preguiça no início de um dia de trabalho
E o prazer maravilhoso de voltar para casa no fim do dia.
Observem...
O choro de uma criança
E o riso contagiante da mesma criança minutos depois.
Observem...
Os contrastes do dia a dia,
Os lugares comuns
Os lugares incomuns,
O nascer,
O morrer,
O viver entre o nascer e o morrer...
Isto é Divino.
Deus se mostra
A todo o momento.
Te chama de filho,
De pai,
De irmão,
De amante.
Te diz:
"Vem...
Vem me sugar,
Me envolver,
E dançar comigo esta maravilhosa dança.
Vem brincar comigo
E sorrir como eterna criança.
E se transformar em amor puro,
Com poder de mudar mundos.
Vem...
Mergulhe fundo
No que te dou
E verá que quem dá
Não é diferente de quem recebe.
Verá que o brinquedo
Não é diferente de quem brinca.
Quem alimenta
Não é diferente do alimentado.
Verá que quem ama
Não é diferente de quem é amado."
Meus irmãos,
O Divino é tudo...
O preto e o branco.
A luz e as trevas.
O Sol e a chuva.
O barulho e o silêncio.
O menino e o velho
Deus
É você
E sou eu
E nada lhe escapa,
Porque é,
Sempre foi
E sempre será.... (Irmão Paulo de Paz).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
196
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 15/03/2019 20:07  Atualizado: 15/03/2019 20:07
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2718
 Re: CENTELHA 21
Gostei. Há muitas verdades nesse poema

sds.