Poemas : 

EXIBIÇÃO 02/08/2016

 
EXIBIÇÃO 02/08/2016
 

Caçando borboletas
ou águas vivas
para prende-las com alfinetes
Expo-las com seu nome
e um lembrete.

Quantas borboletas eu precisaria
para esquecer da minha.
Que valor que tem a borboleta alheia
mesmo sem valor, que amor seria.

Tem coisa mais valorosa
que ter meu amor guardado.
E coisa mais sem valor
que ter um amor trocado.

Dante Locatelli

http://naquelesegundo.blogspot.com/2016/08/exibicao.html

 
Autor
Locateli
Autor
 
Texto
Data
Leituras
538
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.