https://www.poetris.com/
Poemas -> Dedicatória : 

TEIMOSIA TRANSITÓRIA

 
Tags:  poema  
 
TEIMOSIA TRANSITÓRIA
 
TEIMOSIA TRANSITÓRIA
(Jairo Nunes Bezerra)

Final em setembro de mais um dia,
Inicia-se o entardecer...
O pintor amplia a sua energia,
Antecipando o anoitecer!

E a paisagem fica amarelecida,
Convivendo com o avanço do tempo...
Sobre areia saltita água fria,
Esnobando contratempo!

E FILIPE ARRUDA, mor pintor, fica angustiado,
Vê o seu trabalho desfigurado,
E mais pincela a imagem figurante!

O resultado foi surpreendente,
O espaço com seus coqueiros adjacentes,
Atrai os olhares dos andantes!


 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
113
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.