https://www.poetris.com/
Poemas : 

JOANA D'ARC - cordel à beira-mar

 
Tags:  galope  
 
JOANA D'ARC (cordel à beira-mar)

Que dizem as ondas que quebram no cais?
-- Marulho de horrores de antigas batalhas...
Cem anos de guerra e milhões de mortalhas
S'evoca nas pedras do porto em Calais:
Tambores e pífaros dando honras reais
Àquela que soube os Franceses chamar
Contrária a invasores subtis d'além-mar 
Se disse movida por vozes dos Céus
E embora donzela, com homens incréus,
Na volta de Ingleses p'ra beira do mar.

Dos anjos e santos, ainda menina
Escuta o chamado a elevar o seu rei.
Em vestes de moço, contrárias à lei
Da igreja e do reino, parece ladina
Guerreira submissa à vontade divina
Tomada, porém, de fervor sem par.
E mística vai de lugar em lugar
A ter com vitórias um grande sinal.
Coroa seu rei na primaz Catedral
E inflama os Franceses da beira do mar! 

Por toda a Bretanha e na vil Normandia
Franceses se agitam nas praças de guerra
E os fortes varões da temida Inglaterra
Tiveram de agir com vileza e ousadia:
Acusam a jovem de insã bruxaria.
Por meio de inquérito diante do altar
Até que a fizeram em chamas queimar
No afã de apagar dos Franceses o ardor.
Contudo, por mártir, com imenso fervor
Inspira os Franceses na beira do mar. 

O rei e seu povo percebem na moça
Sinal de que os Céus estariam com eles.
Levantam-se todos, do grande ao mais reles,
E expulsam aqueles que vinham sem bossa
Pilhando em rapina as cidades e a roça
Em guerra por guerra, sem nunca findar.
Cem anos passados tão-só a lutar
No ardor homicida de irmão contra irmão,
Findaram em Joana o conflito cristão,
Lembrado nas ondas à beira do mar!

Belo Horizonte - 07 12 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
81
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
boxer
Publicado: 08/12/2019 17:13  Atualizado: 08/12/2019 18:55
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2009
Localidade:
Mensagens: 770
 Re: JOANA D'ARC - cordel à beira-mar
.
Ontem, o jornalista Henrique Monteiro, do jornal Expresso, comparava Greta Thunberg a Joana D'Arc, ambas figuras sucessivamente incensadas e condenadas, consoante os interesses e as mentalidades.

É interessante ler o seu poema a essa luz:
"Guerreira submissa à vontade divina
Tomada, porém, de fervor sem par.
E mística vai de lugar em lugar
A ter com vitórias um grande sinal."


(Não que eu faça parte do culto à moça, bem entendido...
A mim, despertou-me interesse o símile, apenas)