https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

E esse foi o fim

 
Foi até sem pensar
E eu assassinei quem amava
Não chorei nem um pouco
Sem dor meu coração estava

Num gesto sagrado de amor
O sangue que dela jorrava
Na terra úmida se escondeu
E os pássaros de longe cantava

A sede da terra acalmou
A tristeza que dela anelava
E lá onde jaz o seu corpo
Uma ave ao longe regurgitava

E cresceu junto com o capim
Uma flor que o vento agitava
Seus lindos cabelos negros
Agora já não mais balançava

E esse foi o fim
De um amor que eu desejava
No entardecer triste
Que minha alma sufocava.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
77
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.