https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

PORTA AFORA

 
Tags:  cantigas  
 
PORTA AFORA

MOTE:
-- "Deixa já de picardias
Ameaçando ir porta afora!
Se fores embora agora,
Amanhã fará dois dias
..."

GLOSA:
Qual! Como não conhecesse...
Fazes cena; fazes drama,
Tratando tão mal quem te ama,
Até que o pior acontece:
-- "Vai-te embora!" -- Tu dizias.
E quando enfim me decido
Tu me pões esmorecido:
-- "Deixa já de picardias".

Vou sem olhar para trás,
Com um certo alívio até.
Ao invés de esperar de pé,
Relembrares horas más.
Quem desdenha após implora
A volta d'aquele que sai...
Mas ora ris do que vai
Ameaçando ir porta afora!


Talvez não fosse se tu
M'escutasses os lamentos
D'esses tantos sentimentos
Em meu peito agora nu.
A solidão te apavora,
Mas, fazendo ainda graça
M'envidas em tom de ameaça:
-- "Se fores embora agora..."

Saio de cabeça erguida
Sem reagir ao destempero.
De ti eu somente espero
Que sumas de minha vida!
Já fora, dou-te alegrias
E ris do tempo que foge.
Pois, contando com hoje,
Amanhã fará dois dias..."

Betim - 21 01 2020




Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
267
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.