https://www.poetris.com/
Sonetos : 

ORÁCULOS

 
Tags:  Sonetos 1998  
 
ORÁCULOS

A pena e a folha fremem sob o vento...
Traduzindo em oráculos poesia,
À espera das palavras eu tremia.
Todavia, firme era o pensamento.

Exsurgiam sant’elmos de talento
Entre extremos arroubos de alegria.
Tinham os versos luz de profecia
E o manuscrito fé de documento.

A um tempo verossímil e intuitiva,
A escrita que me vem absurda à mente,
Proclamava a mensagem persuasiva.

A intenção de sentido criava o senso.
N'um verso aquém e além de quanto penso
Em todo ser que existe se se sente.

Betim -13 01 1998


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
72
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
4
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ZESILVEIRADOBRASIL
Publicado: 02/06/2020 05:14  Atualizado: 02/06/2020 05:16
Membro de honra
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 325
 Re: ORÁCULOS
...versos em oráculos. poesia sem máculas... talento no soneto, surpreendente quais santelmos... cumprimento-o!
grande abraço caRIOca!



Enviado por Tópico
Carrie999
Publicado: 03/06/2020 18:25  Atualizado: 03/06/2020 18:25
Participativo
Usuário desde: 28/02/2020
Localidade:
Mensagens: 12
 Re: ORÁCULOS
oráculos poesia,
À espera das palavras eu tremia.