https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

lampejos da alma

 


aldravias


deleite
de
poeta
escreve
ninguém
breca

 
Autor
somenteescrevo
 
Texto
Data
Leituras
233
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/06/2020 14:34  Atualizado: 09/06/2020 14:34
 Re: lampejos da alma
...Vincent van Gogh sempre pintava as árvores tão grandes que elas iam além das estrelas. As estrelas eram pequenas, o Sol e a Lua eram pequenos e as árvores eram imensas... Alguém perguntou a ele: "Você é
maluco? Por que nunca pára de pintar árvores tão grandes? A estrela mais longínqua fica a milhões e milhões de anos-luz e as suas árvores sempre vão além das estrelas! Que maluquice é essa?"
E Van Gogh riu e disse: "Eu sei! Mas sei de outra coisa também, da qual você não se dá conta. As árvores são os anseios da terra para transcender as estrelas. Eu estou pintando os anseios, não as árvores.

Enviado por Tópico
Violante
Publicado: 12/06/2020 12:44  Atualizado: 12/06/2020 12:44
Da casa!
Usuário desde: 10/09/2019
Localidade: Campinas, Brasil
Mensagens: 396
 Re: lampejos da alma
Poucas
palavras
muito
dizer

Gostei



Carpe diem