https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Hall da Fama

 
E aqui me apresento no hall da fama
De seu nome deslumbrante passeio
Também me serve de cama
E passa tanta gente que premeio

Acho que sou o único que me ama
E não preciso de fazer algum rastreio
Sou uma estrela com uma tênue chama
E vivo o dia-a-dia com receio

Que o público me tire da lama
É que na popularidade acertei em cheio
Bastou-me entrar na canção do Alabama

E seguir ferozmente o seu recheio
Duma outra letra que já não me chama
Visto que na sociedade sou o fim e não o meio!!!


Vermelho e Branco

 
Autor
sisnando
Autor
 
Texto
Data
Leituras
89
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge/Joel
Publicado: 02/07/2020 16:55  Atualizado: 02/07/2020 17:56
Subscritor
Usuário desde: 02/06/2020
Localidade:
Mensagens: 350
 Halls dá bom-hálito
Aos dragões,

Open in new window



Red Bull dá-te ...

Open in new window


(viva o Benfica caramba)