https://www.poetris.com/
Poemas : 

Há uma Tarde

 
Há uma tarde fechada por dentro
caiada de sonhos e cansaços ...

Um quase silêncio vestido de Fado
que ultrapassa a solidão de quem
o canta.

Um quase poema feito de palavras
que não há mas que a Alma sente
e vê.

Um suspiro de marujo num barco
em alto mar ao sabor das ondas
indiscretas.

Uma vontade de ir mais além,
p'ra lá da vida, p'ra lá da morte,
numa busca incessante.

Que triste tarde fechada por dentro
caiada de sonhos e cansaços ...

Ricardo Maria Louro
Na casa do Outeiro
em Monsaraz


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
127
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 14/08/2020 20:52  Atualizado: 14/08/2020 20:52
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9569
 Re: Há uma Tarde
Boa tarde Ricky, parabéns pelos vossos instigantes versos, enredando as nossas inquietações cotidianas, um abraço, MJ.