https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ó mar... devolve-me o filho!

 
Saiu-lhe uma súplica doída
Da garganta gasta e anosa,
Saiu-lhe uma réplica moída...
A suplica já vinha roída,
Sem esperança, chorosa.
Ajoelhada no altar de uma capela,
De fachada trabalhada e frondosa,
Orava por vida que não há nela,
Vida de roseira sem rosa
A que havia faltado a cautela.

Chorava ela:
- Ó mar... devolve-me o menino,
O filho de todos os meus dias
Que me roubaste tão pequenino
Com ondas revoltas e frias! -

Pedia, rogava, implorava
Em promessa de morte
Por um momento mais sem dor,
Sem o ferro que entra, que se crava
Em corpo arredio da sorte
E já engelhado... sem cor.

Valdevinoxis



Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
650
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Filipe Ferreira
Publicado: 06/02/2007 21:01  Atualizado: 06/02/2007 21:01
Colaborador
Usuário desde: 08/10/2006
Localidade: Lavra-Matosinhos
Mensagens: 1047
 Re: Ó mar... devolve-me o filho!
um belissimo poema do Poeta do mês!! fantástico...
continue assim poeta a encantar este cantinho seu e de todos nós!!
abraço=)

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 07/02/2007 15:03  Atualizado: 07/02/2007 15:03
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: Ó mar... devolve-me o filho! p/ Valdevinoxis
Olha!!! Este foi o seu poema mais triste que lembro de ter lido!!! Nossa profundamente triste, mas a vida não é feita só de alegrias e está muito bom!!!
Beijinhos poeta

Enviado por Tópico
FatinhaMussato
Publicado: 02/02/2008 02:11  Atualizado: 02/02/2008 02:11
Colaborador
Usuário desde: 17/11/2007
Localidade: Jales (SP / BR)
Mensagens: 2106
 Re: Ó mar... devolve-me o filho! p/ Valdevinoxis
Haverá dor mais pungente do que a de u'a mãe que perde seu filho? Traduziste com inegualável beleza essa dor, que dor deixa de ser e se torna "poesia"!
Bravíssimo! Bjuss

Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 02/02/2008 02:51  Atualizado: 02/02/2008 02:51
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: Ó mar... devolve-me o filho!
WOW! Uma descrição muito bem feita sobre a mais terrivél dor de uma mãe.

Muito lindo e triste este seu poema.

Beijos, E quero lhe dizer que tem uma voz muito linda...para estar na radio.

Alcina

Enviado por Tópico
Álvaro Reis
Publicado: 02/02/2008 02:54  Atualizado: 02/02/2008 02:54
Novo Membro
Usuário desde: 08/01/2008
Localidade:
Mensagens: 9
 Re: Ó mar... devolve-me o filho!
Muito interessante o seu texto; Me remeteu para um romance de um autor português, Raul Brandão, que se chama "Os Pescadores".
Parabens
Abraço