https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A mala

 
Confesso que não quero a mala
E se quisesse a mala ia
Pois ao ama-la, a mala faço
Mas como a mala não posso
Vejo, a mala,
Mas ao ver também não cabe,
Viver, entende, sem a mala.
Procure alguém, não sei
Com quem, venha a mala.
Ensejo, palpite, que a mala vai
Pois cá, não sou ninguém,
Nem a mala, sendo a mala, eu sei
Vê, o quanto quero a mala que sou
Eu não quero a mala, eu amei!
Mas sei, meu eu e a mala, acabou...


"Morremos gestantes da ansiedade que nada espera."

 
Autor
Junior A.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
7649
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 04/04/2007 14:53  Atualizado: 04/04/2007 14:53
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: A mala
Junior, Junior,
Que poema é esse heim??? Me diga. Quantas maravilhas e quantas interpretações, sentidos e expressões em palavras distintas e expressivas, e ao mesmo tempo com um sentido belo.

Quero também eu uma mala, para amá-lo, mas quero ir com a mala junto.

Beijinhos

Enviado por Tópico
jsaugusto
Publicado: 09/03/2011 23:09  Atualizado: 09/03/2011 23:09
Da casa!
Usuário desde: 12/02/2011
Localidade:
Mensagens: 425
 Re: A mala
Adorei seu poema, muito lindo! parabéns


Abraço
Jorge