https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nas nuvens

 
de novo, cúmplices
o silêncio doce beija a morna solidão
enquanto a minha última palavra
(grata à vida)
desmaia em minha boca
e um suspiro fundo
pede para ocupar o seu lugar
na cruz do meu peito.

plantaste um jardim de nuvens
alvas e macias como flor
nos meus cabelos

mas, o sol, teimoso, rastejou
até bater no vidro desta loucura

que já não sei para onde foi
ou se aí chegou

só a roupa descansa agora
em desalinho
no soalho acariciando
o eco dos teus passos

 
Autor
RoqueSilveira
 
Texto
Data
Leituras
711
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 21/05/2021 17:47  Atualizado: 21/05/2021 17:47
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 536
 Re: Nas nuvens
"plantaste um jardim de nuvens
alvas e macias como flor
nos meus cabelos"

Um sol teimoso e belo, obrigada.
Abraço amigo :)

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/05/2021 19:38  Atualizado: 25/05/2021 19:38
 Re: Nas nuvens
hummm como diria o meu socia, é a vida. só a vida é capaz de tal. é triste dizer-se que em arte, há uma certa beleza na tristeza. o poema é mais um poema, mais uma vez, belíssimo. só uma poeta pode escrever poemas belos. só que... dar parabéns... não dou parabéns a poetas, independentemente do género. esperando contudo que nos ofereças mais, toda a beleza, do teu coração.
já todos devem saber que eu não sei comentar por isso...
se me permites, um beijinho