https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O tanto

 
Gostava de te falar do tempo
do vento
e das aragens.
Gostava de te falar dos sonhos
Dos pequenos demônios
até dos nadas!

Das chuvas,
Dos mares,
Das nuvens,
Das enxurradas...

Gostava de te falar do tanto
Do tanto simples,...
só que do tanto que houve,
levaste tudo,...
não sobrou nada!

Vou guardar a morte
onde silenciei a alvorada
Se por acaso a sentires
está numa caixinha fechada

 
Autor
Esqueci
Autor
 
Texto
Data
Leituras
230
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 11/08/2021 00:29  Atualizado: 11/08/2021 00:29
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1070
 Re: O tanto
Belo. Triste. Verdadeiro. Teu poema despertou em mim um pensamento sobre o quanto as pessoas numa separação se importam com amealhar coisas materiais, quando o que se está perdendo de real valor é intangível e reside em fatos que não irão se repetir. Se me permite, guardarei. Saudações.