https://www.poetris.com/
Poemas : 

Há sempre um azul …num golpe de asa… numa braçada de água

 
 

foi sempre
aquele aperto
de quem renasceu
ao tocarmo-nos
com o apego do aceno
acima dos lábios


a tarde mal tinha acordado ...
ali estávamos…
pendurados num vulcão de agitações
extrapoladas entre os inversos dérmicos dos poros

ali estávamos …
inundados de ansiedade
com a sede do insuperável Começo

ali estávamos ...
com a saudade antiga
tentando passos novos
nas escoriações
maquilhadas
da vida

ali estávamos …

ali estávamos …
eu… com escamas nos braços
querendo voar
e tu… com lágrimas nas asas
querendo nadar

vem …
ainda temos tempo …pois no mar também existem estrelas




 
Autor
Frágilvocábulo
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 09/10/2021 14:06  Atualizado: 09/10/2021 14:06
Da casa!
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 417
Online!
 Re: Há sempre um azul …num golpe de asa… numa braçada de ...
Seguir sem limitações, que não seja uma utopia. E sim um sonho com o possível.
Mais um lindo poema, já tinha saudades de ler o poeta dos livros cor de rosa :) Um abraço amigo