https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Lucidez* (por alguém que conheci)

 
* Ela o escreveu como comentário, mas tal poema, não cabia só num comentário e deveria exibir que tinha vida própria, assim pensei um dia

Lucidez*

pelo sol poente dos meus olhos
sinto a carícia imprecisa do poema
a solidão do verso resplandece
uma lua sinuosa espreita
o céu da minha mente

astros rebrilham na fronte
cálidos sons prenunciam
é chegada a hora do sonho

convulsa
-no peito extremado-
constelação de estrelas-letras

agregadas ao calor dos dedos
palavras inquietas na alva
dançam no afago da utopia
há uma desnuda certeza

- nascemos num instante tudo ou nada-

*K


Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.




 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
749
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
6
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 08/11/2021 15:27  Atualizado: 27/04/2022 17:34
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1628
 Re: Lucidez*
Dizer que se trata de um belo poema é julgar os leitores cegos. A beleza do poema salta incontida em sua narrativa cheia de mística e de abrigo aos corações que ainda são capazes de sonhar. É narrado de uma paisagem cheia de acalanto: qual de nós não sonhou ao por do sol. E conclui resumindo uma verdade de nossa vida: sob qualquer ângulo é sempre tudo ou nada. Saudações.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/11/2021 18:11  Atualizado: 09/11/2021 03:01
 Re: Lucidez* (escrito por SimoneKarinna*)
*Amigo Poeta, que honra estar na tua página. Claro que me alegra sobremaneira teres apreciado a minha leitura pessoal, sobre a "lucidez" que tu versaste.
Uma das ações mais fascinantes, para mim, na criação, leitura e apreciação da Poesia, são os incontáveis olhares, na verdade de cada leitor, sobre UMA poesia. Cada olhar, cada leitor, lê com o que traz na sua essência, na sua vivência, nos seus valores, nas suas crenças... E, tantas vezes, nem se aproxima às intenções primeiras do Poeta. Por isso, tenho comigo, q Poesia não comporta uma interpretação rígida, entretanto, são de extrema beleza e força poética, UMA POESIA, tocar almas e fazê-las alçar voos inimagináveis. É bonito demais para mim!
Ao ler e reler tua criação, pude enxergar-me como me sinto no processo de criação de um poema, como se me abrissem olhos, mente, alma e uma LUCIDEZ me ilumina, estende-se pelos meus braços e chega até minha pena...
Eu agradeço por teres me agraciado com um momento de inspiração, com tua poética.
Um beijo de fã declarada.
K*



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/04/2022 17:49  Atualizado: 27/04/2022 17:49
 Re: Lucidez* (por alguém que conheci)
.



O comentário da Karina, nesse seu poema e também dela foi perfeito, quando leio algum poema eu agrego ao poema algo só meu, um poema lindo é uma fonte de amor.

A Karina faz falta aqui, ela é uma pessoa amiga.