https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

AR-17011

 
.
.
.
tempos ensolarados,
mas alma plúmbea.
desilusões afloradas
dia após dias...
sequência má,
'maremoto'
desconfortável viver
sem como nadar;
síntese, fato...
alegria sem foco,
fora da foto.
cansaço mor,
'decepção '...
marca fundo
na rudez da tez,
músculos, ossos...
'mera palavra'
indestrutível aço.
desmoronando o ser,
as letras, o som,
sem o amar bom
num devagar
perecer.
'divagação'

 
Autor
ZESILVEIRADOBRASIL
 
Texto
Data
Leituras
324
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/01/2022 17:10  Atualizado: 18/01/2022 17:10
 Re: AR-17011
*divago contigo meu amigo...divago contigo.
Sensações e sentimentos, de um significado profundo.
Sempre em minhas preces, para sempre Tua Poesia no meu coração e na minh'alma.
Beijoka*


Enviado por Tópico
GinaCortes
Publicado: 18/01/2022 20:54  Atualizado: 18/01/2022 20:54
Muito Participativo
Usuário desde: 10/08/2017
Localidade:
Mensagens: 80
 Re: AR-17011
O cotidiano, esmaecido ou colorido, sempre inspirará um poeta.

Abç

GC