https://www.poetris.com/
Poemas -> Paixão : 

Numa insanidade perfeita

 
Toca insaciável na pele, o corpo ausente
na mente o fogo consome as memorias insanas
as labaredas extintas queimam, deslizando selvagens

na temulência do olhar, formam-se sombras cintilantes
que se perdem na liberdade de um qualquer momento

no ir e no vir, desfazem-se fragrâncias, que se colam ao rosto
como gotas salinadas que deslizam em cascatas primaveris

e no labirinto dos olhos, perdidos no horizonte
formam-se salpicos de pétalas que poisam nos lábios
cobertos de avidez, numa insanidade perfeita

Escrito a 30/05/22
 
Autor
Liliana Jardim
 
Texto
Data
Leituras
138
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 31/05/2022 19:50  Atualizado: 31/05/2022 19:50
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1277
 Re: Numa insanidade perfeita
No ondular de sentimentos
Que se elevam á exaustão
Em que todos os momentos
Se deixam abrasar na paixão.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 31/05/2022 21:52  Atualizado: 31/05/2022 21:52
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29767
 Re: Numa insanidade perfeita
Em lindas e belas palavras traduzida de uma maneira plena, onde os sentimentos gritam e essência do mais puro amor