https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ao longe muito distante

 
 
Não sei escrever o que sinto
A ardência, a que me omito,
Prisioneira dos teus braços.

Olho a pena onde te deitas
Calvário do sol que espreitas
Parto em terra, voo a sós.

Embalando o teu sorriso
Feita de pedra e de mito,
Volto as costas, qual de nós?

Já fechaste as janelas
Pões cortinas, escorrem telas
A porta batendo atroz .

Sinto-me tão pequenina
Isolo-me ave do rio
Caminho que ninguém viu

Ao longe muito distante
Como numa chuva sem estrelas
Alvéola, em levante presa a elas

Saudade, nem quero falar
O tempo há de mudar
Seja no céu ou na terra.

 
Autor
Abissal
Autor
 
Texto
Data
Leituras
394
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
6
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/06/2022 16:32  Atualizado: 11/06/2022 16:32
 Re: Ao longe muito distante
.


Adorei seu poema! Depois de ler veio-me essas frases. Grata por permitir uma leitura agradável.

Como podem ser dois e nenhum é ao mesmo tempo e é tão natural, é da natureza "é isto ou aquilo". Ah! inocência, não pode caminhar para outros lados, nesse mundo tudo é pecado. Eu também sou duas, gosto de ser inocente é melhor que ser arquiteta do mau, as vezes sou bem ameaçadora, mas é só para espantar o bicho papão.

Abraços


Enviado por Tópico
orientem
Publicado: 21/06/2022 21:03  Atualizado: 21/06/2022 21:03
Muito Participativo
Usuário desde: 17/10/2021
Localidade:
Mensagens: 65
 Re: Ao longe muito distante
Discordo, da primeira estrofe...

Sabes escrever tão bem, que deste lado a emoção gerou o brilho molhado no olhar...

Muito belo o que escreveste querida Abissal!

Parabéns!


Enviado por Tópico
folhasdeoutono
Publicado: 22/06/2022 17:06  Atualizado: 22/06/2022 17:06
Novo Membro
Usuário desde: 04/06/2012
Localidade:
Mensagens: 1
 Re: Ao longe muito distante
saudade, nem quero falar
mas, gosto de jogar com as palavras e com os sentimentos