Poemas -> Reflexão : 

Apatia inflacionária

 
Descendo as ladeiras de um morro sombrio
Vejo jovens se drogando e sorrindo, dormindo
Anestesiados em seus próprios quadrados, quadros de pixels
Enquanto os vilões da história deleitam-se em lagosta e vinho
Pagos com o produto do furto do suor dos mais humildes
Cena triste, a realidade que deprime

Os contos das séries e novelas que corrompem neurônios
Cliques suprimiram a percepção de perceber o que é real e importa
Drogas a anestesiar qualquer sentido, algoritmo, repetido
Adestrar em servos fiéis para idolatrar mentirosos preguiçosos
Que falam o conveniente e praticam o inconveniente
Nenhum deles importam-se contigo, oh amigo

Outro dia de labuta surge para quem consegue labutar
Derramar o tempo de vida feito um tempero de comida
Para ser devorada por um conjunto de parasitas
Em um mecanismo projetado pelos que possuem a máquina de imprimir
E a todo o fruto de tua poupança destruir
O tempo que roubará o teu tempo e te dirá que só tens a ganhar

Terminada a descida, no caminho vejo caminhar um povo sofrido
Ausência de brilho no olhar e objetivo, cada vez mais ferido
Não compreende a verdade, e não cobra por verdade
Apáticos, por ensinamento, desde o início condicionados
E não, ou talvez tenhamos trilhado o melhor caminho
A nossa própria natureza é que comanda nosso destino

Clamo eu, apague esse cigarro de ilusões
Mesmo que eles se ponham a dizer ser bom
Eis teu vizinho,companheiro,não inimigo
Mesmo que ele tenha cabelo colorido, te digo
A fome é a mesma no estômago de um faminto
Eis a hora do despertar, jaz o mundo em desatino

A sofrer estou neste jogo sem regras ou destino
Manda o mais corrupto, obedece o mais justo e padece o bom
Não há verdade no poder humano
Tão somente a sujeição de muitos
Áqueles que tomam tudo a força, mentem e culpam fantasmas

 
Autor
neon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
776
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/07/2022 11:47  Atualizado: 20/07/2022 11:47
 Re: Apatia inflacionária
.

Dizem que sou uma pessoa fria, apesar de não concordar totalmente eu sou, desculpe-me, mas eu vou explicar quando o mal observa um objeto procura nele o que é ruim, então o segue, eu também faço isso só que o oposto, eu sou do bem.

Esse seu poema é perfeito, conseguiu tirar meu equilíbrio, mexer com minha emoção e fazer refletir, será que preciso do cigarro.

Você me deixou num buraco vazio e frio, e foi por opção, mas não sei sair dele e isso também é interessante porque só cada um sabe o caminho da sua saída.

Abraços!