https://www.poetris.com/
Sonetos : 

... Em pleno inverno

 
Tags:  noite    inverno    recordações  
 
Noite gélida sem constelação
Densas trevas; nenhum planeta
Ausência de ti, uma desilusão
Estreita meu coração de poeta

Recordação, teu abraço insano
Teus olhos azuis, verdes claros
Confundia -, as trevas profano
Dois infantes com despreparo

Bramia o vento em pleno inverno
Na escuridão num ermo solitário
Vagas lembranças instante ternos

Inquietos rostos, corpos, lábios...
Gélidos trêmulos, entre o cenário
De loucura e amor não sendo sábios.

Mary Jun
10/08/22










Mary Jun

 
Autor
Maryjun
Autor
 
Texto
Data
Leituras
182
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 16/08/2022 03:14  Atualizado: 16/08/2022 03:14
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 7547
 Re: ... Em pleno inverno
Quando o inverno nos invade a alma,
o manto de lembranças cai sobre nossos ombros, e as saudades acordam do seu profundo Sono.

Obrigado pela partilha, poetisa.

Abraço,
Upanhaca


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 18/08/2022 12:25  Atualizado: 18/08/2022 12:25
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29909
 Re: ... Em pleno inverno
Um enredo poetizado de um jeito pleno e comovente, ressaltando o mais aquilo de um amor comovente ainda no coração e na mente presente. Beijos de um fã