Poemas : 

Do fogo e do ouro

 
O ouro da noite esconde fogo em sua mescla
Um fogo que é realçado na plenitude interior
Como fosse o brilho inaugural das primaveras
Que acende o riso no calor de faces exaustas
O lânguido corpo deitado que se funde na luz
Para assumir em si, os contornos de horizonte
Fogo, ouro, as almas joviais vêm negar o tempo
É o processo da criação para se recriar a dois
Não há idade, somente um sentimento infinito
A própria contradição do que predica o vazio

O ouro escorre pelo corpo e toma os sentidos
Afasta a solidão noturna em puras cintilações
Com seu mistério alado e seres em movimento
Vencendo o vazio no fluir perpétuo do querer
Não se permitirá que a névoa venha à espreita
Ou as sombras ilusórias que semeiem a dúvida
Da existência de um paraíso sem medo ou dor
Só o amor vence o espaço e supera os abismos
Transmuta o sonho no prenúncio da realidade
Sem saciar enquanto não resultar em um a um

Nesse ato o meu juízo se submete à desordem
O glorioso delírio dos sentidos contra o medo
É linguagem que se faz só pelo toque das mãos
Teu rosto no meu rosto e a leveza no coração
Que rompe as linhas do caos, tão serenamente
Enfim, estar ao teu lado é tudo o que importa
Pois é o teu meigo olhar que vem e me domina
Sem limites p'ra a completude dos sentimentos
Juntos vencemos tudo: angústia, febre ou dor
Em ouro e fogo fiz o exato retrato deste amor


"Somos apenas duas almas perdidas/Nadando n'um aquário ano após ano/Correndo sobre o mesmo velho chão/E o que nós encontramos? Só os mesmos velhos medos" (Gilmour/Waters)


 
Autor
Sergius Dizioli
 
Texto
Data
Leituras
330
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
7
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 04/05/2023 11:37  Atualizado: 04/05/2023 11:37
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1905
 Re: Do fogo e do ouro
Esse metal precioso a fogo cinzelado
Cuja vida se encarrega de o lustrar
Onde o amor se passeia esmerado
Num querer profundo desse amar!

Poema que nos transporta para a verdadeira conceção de que o amor é capaz neste seu sublime cantar! Do fogo e do ouro se se dá vida ao mais valioso tesouro que é o amor na sua mais perfeita união! As palavras são tecidas com mestria de quem reconhece no amor o verdadeiro hino á vida!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/05/2023 11:13  Atualizado: 08/05/2023 11:17
 Re: Do fogo e do ouro
Open in new window