Poemas : 

Flores de meu jardim

 
 
Eu vi uma pequena fresta de luz
Pode ter sido efeito do Bourbon
Em uma das mãos carrego a cruz
Mas é a da espada que dá o tom

Queria ver algo diferente em mim
Verdade é não enxergo no escuro
E a vida parece que só fala o latim
E eu prefiro beber meu malte puro

É assim eu e ela se eu gosto da flor
A vida vem pinta de preto o jardim
Melhor pagar a conta deixar o valor
Me cobram até pelo que eu não bebi

Dou uma boa olhada para a cantora
Percebo a risada tem algo sarcástico
Ela até parece uma antiga professora
Desvio o olhar não há nada fantástico

Melhor ir embora antes que me vejam assim...

Deus abençoe as flores da canção
Carlos Correa

 
Autor
CarlosCorrea
 
Texto
Data
Leituras
129
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maribel
Publicado: 04/03/2024 19:42  Atualizado: 04/03/2024 19:42
Da casa!
Usuário desde: 21/08/2010
Localidade: Venho do mar
Mensagens: 364
 Re: Flores de meu jardim
Caro poeta, adorei o que li e ouvi.
Sua poesia é uma canção feita.
Seu poetar nos acrescenta sempre.
Grata pela partilha, querido Carlos.
Saudações poéticas!
Maribel.