Poemas -> Sombrios : 

Guernica pequena

 
Tags:  poesia    pensar    surreal  
 
Vocês não estão à procura de escravos?,

Então venham aqui ver,...



Destapou um véu grande, antigo e rasgado,

Que cobria uma parede de grandes dimensões,

E estava um quadro considerável,...



Dir-se-ia a pedir meças à dimensão de guernica,

Mas de época desconhecida,...



Mostrava uma lisboa perdida no tempo,

Num dia tempestuoso,

Com um galeão encostado aos cais das colunas pombalino,...



E seres vergados,

Agrilhoados,

Tristes para além do que as palavras podem descrever,

A andar cabisbaixos,

Sob o olhar de dois ou três verdugos,..



Saíram daquele local adaptados à nova visão de vida,

Que lhes havia sido emprestada,...



O problema agora era saber o que fazer com isso


Ruacuzuaco

 
Autor
ruacuzuaco
 
Texto
Data
Leituras
70
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AlexandreCosta
Publicado: 24/05/2024 14:43  Atualizado: 24/05/2024 14:43
Super Participativo
Usuário desde: 06/05/2024
Localidade: Braga
Mensagens: 151
 Re: Guernica pequena
e ainda hoje ainda há tanto escravo por aí...
e nem falo dos escravos do trabalho...