https://www.poetris.com/

Poemas de reflexão

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares da categoria poemas de reflexão

✿ Descem os lobos à aldeia 🐺

 
✿ Descem os lobos à aldeia 🐺
 
Descem os lobos à aldeia
Em noite de lua cheia
Uivam ferozmente
Fecham-se as portas, as janelas das casas
Com medo da alcateia, quando na verdade
Fechamos as portas à vida
Às gentes que nos pedem ajuda
Somos egoístas, maus de caráter
Temos medo de tudo e de todos
E não é dos lobos
Sente-se o cheiro da lenha a arder
Das lareiras cheias de gente ou vazias do nada
Se tiver de morrer, morro de pé
E não subjugada a mentes hipócritas
Falsas com o coração de pedra
Pessoas que fazem as coisas
Ou dão com segundas intenções
Maldosas e muitas vezes ignorantes de si próprias
Que gostam de humilhar e escravizar os outros
Descem os lobos da serra à aldeia de noite
À chuva, ao vento
Ficam as marcas na neve, como punhais
Que deixam feridas no peito e na alma.

Perdemos o respeito
A liberdade
E somos devorados
A culpa não é dos lobos

🐺ღ╭✿ ♥🗡️
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
✿ Descem os lobos à aldeia 🐺

Se eu morrer antes de ti 💘

 
Se eu morrer antes de ti 💘
 
Se eu morrer antes de ti
Não chores meu amor
Quero que rias, que rias muito
Que te lembres de tudo que fomos
De tudo que sentimos, que fizemos
Que nos amámos, que vivemos
Que chorámos juntos
Mas se quiseres chorar, chora meu amor
Mas não culpes ninguém, muito menos Deus
Olha para o sol, a lua, a chuva, as flores
Sejam elas rosas, camélias orquídeas
Estarás a olhar para mim meu amor
Sempre que quiseres falar comigo
Ouve o canto dos pássaros, o vento
O barulho das ondas do mar
A chuva a cair no teu rosto
Saberás que sou eu meu amor
Por isso não chores, limpa as tuas lágrimas
Olha para o jardim que nos plantámos
Essas lindas flores que são os nossos filhos
Criaturas lindas que eu tanto amo
Recorda todos os momentos de felicidade
Vividos por nós foram tantos meu amor
Apesar de muitos sonhos terem voado
Não me arrependo de tudo que vivi contigo
Se eu morrer antes de ti meu amor
Por favor não chores meu anjo
Terei morrido feliz.
💘🌹

O meu corpo é feito de livros
paginas lidas de grande sentimento

💘💘🌹

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Se eu morrer antes de ti 💘

SEM MEDO DA MORTE🌺

 
SEM MEDO DA MORTE🌺
 
Não tenho medo da morte nem tão pouco de morrer
Tenho mais medo da vida porque não sei o que é a morte
Tenho medo de sofrer de doença ou solidão
Acreditamos que ficamos tristes pela morte

Mas na verdade é a morte que nos impressiona
Eu não quero viver nenhum dia que eu não possa orgulhar-me
Ainda que seja escuro no seu coração valera sempre a pena
Ver as estrelas e sorrir na escuridão

Ter esperança é ter outro refúgio que não a morte
Vivemos cada vez mais tempo e fintamos a morte
Envelhecemos e estamos a cada dia mais sozinhos
A morte não é o fim é o começo

És como uma tempestade e eu sou o vento
Não tenho medo da morte, mas o que ela me faz sofrer
A morte é leve e certa, tenho mais medo da vida
Muitas vezes longa tantas vezes incerta

O meu corpo é um deserto que fica com saudade
Quando tu não estás é como a chuva miudinha
Que cai entre as árvores fica com o desejo das tuas mãos
Nos ramos do meu coração, o morte que estás à espreita

Tenho o meu amor à espera por isso não esperes por mim
Viva e não tenha medo da morte pois a morte não existe
Morrer não é o fim é apenas uma mudança de vida
Não estrague a sua vida a pensar na morte

Que ela venha com serenidade e confiança
Esperar a morte ou a eternidade.!

A morte não me assusta
Mas sofrer sim

👒🌺🍁 🌻

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
SEM MEDO DA MORTE🌺

Quando eu deixar este mundo ღ

 
 Quando eu deixar este mundo ღ
 
Quando eu deixar este mundo
Fechar estes olhos castanhos
Deixar de bater este coração
Não chorem, não ficarão
Arrependimentos eu sei
Não restarão dúvidas
Que serei lembrada por todos
Aqueles que me amaram
Porque tentei fazer tudo
Que eu sempre quis
E vivi cada segundo com
A mesma intensidade até ao fim
Eu sei que deixei a minha marca
E quando eu partir vais-te
Lembrar que eu estive sempre por aqui.

🌹
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 Quando eu deixar este mundo ღ

Pendurei no estendal toda a minha dor 👒

 
Pendurei no estendal toda a minha dor 👒
 
Pendurei na corda do meu estendal
O meu lamento, a dor, o desassossego
Veio a chuva molhou-me, senti-me nua

Torci a roupa da minha saudade
Não há mais nada encantador
Que livramos-nos de tudo que nos faz mal

Não aceite maus conselhos
Não se deixe levar por palavras de desânimo
Existe sempre uma saída para qualquer problema

Por mais que nos pereça complexo e difícil
Não se esqueça que a nossa força está dentro de nós
Tenha sempre amor no seu pensamento

Ele o ajudara a vencer todos os obstáculos.

São as mais belas rosas
Que perfumam a minha vida

🦋💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Pendurei no estendal toda a minha dor 👒

✿Levanta a cabeça sem medo *

 
✿Levanta a cabeça sem medo *
 
Pendura na corda tudo o que te faz mal
Que o vento levará para bem longe
Levanta a cabeça, sonha, chora, ri sem medo
Existe sempre uma saída para qualquer problema
Por mais que nos pereça complexo e difícil

Não se esqueça que a força está dentro de nós
Tenha sempre amor no seu pensamento
Ele o ajudará a vencer todos os obstáculos
O sol brilha, as ondas do mar são belas
A água do rio que corre para o mar é doce e pura

Que a lua e o luar sejam de prata
E as andorinhas voltem na primavera
O vento sopra leve e as folhas das árvores
Estão caídas no chão, continuam belas e perfumadas
As rosas de mil cores e as suas pétalas

São mantos de veludo coroadas pelo sol
E a chuva miudinha que cai e bate nas flores
Do jardim é uma bênção do céu
Não aceite maus conselhos
Não se deixe levar por palavras de desânimo

Todos os dias é um novo recomeço
Levanta a cabeça chora ri abraça e ama
Pendure todo mal que o vento levará para longe
🌹

Se tivermos persistência
Os nossos sonhos fazem
Do impossível uma possibilidade

🌷💕🌹

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
✿Levanta a cabeça sem medo *

*Quem sabe como seremos ♥

 
*Quem sabe como seremos ♥
 
Quem sabe como seremos
como morreremos, como viveremos
Em busca da felicidade imaginada
Da imortalidade e do equilíbrio que sinaliza
O que é mais autêntico o sentimento
Nobre do ser humano
É bom sabermos que fazemos parte
Desta teia maravilhosa
Que e a vida mesmo no meio da turbulência
Dos interesses das coisas fáceis, sem harmonia
Temos de aprender a perdoar, esquecer, viver
Amar, sentir, pensar, educar e aprender a escutar
A vida é uma montanha com entardeceres
Riscos, momentos e sentimentos das estações do ano
Rios, mares, sombras, sem medo de tirar
As pedras do caminho, dos trilhos de fragas
De cometer os erros da vida.

╭•⊰
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
*Quem sabe como seremos ♥

*Carta aos meus doces filhos ♥ maridoღ

 
*Carta aos meus doces filhos ♥ maridoღ
 
Quando eu já for velhinha♥
Eu não serei uma velhinha comum
Vocês já sabem, afinal não gosto
Muito de ficar quieta ou de fazer tricô
Porque nunca tive paciência para tricotar
Quando eu já for velhinha
Não quero que se preocupem comigo
Não se sintam na obrigação
Em visitar-me aos fins de semana
Façam isso quando sentirem realmente vontade
De me ver .saudades do meu abraço
Do meu carinho, do meu beijo
Ou ainda quando sentirem
Saudades da minha comidinha
Eu estarei na companhia do vosso
Querido pai, o amor da minha vida
Vocês sabem que os meus olhos olham
Para vocês com muito orgulho
Quando eu já for velhinha
Quero ficar na minha casa mesmo
Que seja velha como eu
Vocês sabem que eu valorizo
E amo a minha liberdade
Quero que vocês me olhem e sintam orgulho
Mas me deixem viver como eu quero
Conforme a minha vontade
Não pensem que sou egoísta
Meus filhos perdoem-me
Se alguma vez eu falhei com vocês
Eu amei-vos e tentei amar-vos
Da melhor maneira que eu soube
Quando eu já for velhinha
Quero muitos netos para mimá-los muito
Não me critiquem se eu exagerar nos carinhos
Afinal vocês tiveram, muitos mimos, carinhos
Abraços, como eu vos amo meus amores
Quando eu já for velhinha
Não sintam pena de mim quando estiver fraca
Sem forças, não se sintam responsáveis por mim
Eu vivi como eu quis
Meus queridos e amados
Filhos da minha alma, sangue do meu sangue
Do meu coração
Meus amores vivam as vossas vidas com amor
Respeitem os outros, trilhem os vossos caminhos
As vossas estradas, amem, trabalhem
Tenham êxito, sejam corajosos
Sonhem muito e alto♥
Acreditem sempre em vocês
E sejam muito felizes
Meus amados filhos meus grandes amores.”♥

♥♥♥♥♥♥♥♥👒🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
*Carta aos meus doces filhos ♥ maridoღ

*Cansada da tempestade *

 
 *Cansada da tempestade  *
 
Tempestade de vento corpo cansado
Espalha o pó por todo lado, poeira solta
Sinto-me só em vários momentos
O vento castiga os meus pensamentos

Migalhas, sementes ficam no caminho
Das árvores nuas que procuram um silêncio
Afagam a dor do sentimento das mãos do tempo
Deuses, santos, duendes, seres belos da natureza

De rara inteligência e sensibilidade
Fragas soltas por trilhos, num mundo orgulhoso
Corpos, ossos enterrados das guerras travadas
Esquecidas por estes vales, montes e serras

Mundo perdido de almas, onde a sabedoria
Ficou transformada em cinzas, pobre humanidade,
Sem humildade, só veem a sua imagem nos espelhos
Demónios da ganância são soltos por nossa culpa

"Mea culpa" onde em muitos momentos
Da nossa vida esquecemos a presença de Deus.

🌹🌻
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 *Cansada da tempestade  *

Educar é semear

 
Educar é semear

Educar é como semear um campo prometedor
de terra boa alimentada de produtos naturais
bem tratada e limpa das tais raízes sugadoras,
regado com zelo, carinho, que nunca é demais.

É um processo longo, para se levar com perícia,
serenidade, atitudes meigas, nada de aspereza.
Que os olhos saibam traduzir bem o pensamento
e a sabedoria será bem induzida, com certeza.

As palavras sejam bem claras e compreendidas
para que não sejam deturpadas ou imprecisas
é bom perguntar se entenderam ou se há dúvidas.

Semear para colher, provérbio cheio de ciência.
Iluminar a mente, que se abre ao conhecimento.
Alegria, poder colher os frutos doces da paciência.
 
Educar é semear

Quando eu morrer flores despidas 🌷

 
Quando eu morrer flores despidas 🌷
 
Quando eu morrer não digas a ninguém
Partilha comigo alguns minutos
Uma noite inteira. Cobre o meu corpo
Frio com um lençol branco
Quando eu morrer
Recita um soneto, um poema
Que escrevi, talvez o tenha
Escrito para ti, fica junto de mim
Quando eu morrer
Deixa-me ver mais uma vez o mar
Promete-me que não choras
E nem tocas com a tua boca
Os meus lábios frios
Promete-me que lanças a tua solidão
A tua dor, as tuas lágrimas
Para um poço profundo
Sem olhar para trás
Que cuidarás das nossas flores
Quando o vento e a chuva chegarem
Serei o teu anjo da guarda
E todo o meu amor brilhara em ti
Quando eu morrer estarei eternamente
Presente no teu coração
Continuarei a viver no teu pensamento
Com amor e saudade
Quando eu morrer por favor
Não digas a ninguém que eu parti
Que parti como as flores despidas
Despidas pelo vento.

Quando eu partir
Chora com alegria
Que eu estarei na serra
Entre os lobos
🌷🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Quando eu morrer flores despidas 🌷

ღMortal viver, mortal morte, Covid 19✿

 
ღMortal viver, mortal morte, Covid 19✿
 
Conta-me dos mortos, que dos vivos eu já sei
De enxada na mão, da alma que sofre
Chuva que bate forte nos ramos da pobre videira
Nas parras do nevoeiro na serra
De viciosos caminhos de lama
Pois as nossas almas belas assemelham-se
Ao luto negro do amanhã
Por entre os palcos do velho circo

Conta-me dos mortos, pois dos vivos nada sei
Onde perco o trilho do nosso refúgio
Papoilas que voam na tempestade sombria
Deixadas no chão já secas, molhadas
Molhadas de tinta do velho tinteiro
Que sobrevive com pena ou dor

Conta-me dos mortos, que dos vivos pouco sei
No padecer de um vírus que ataca
Em cada abraço, cada beijo, cada aperto de mão
Que tortura o corpo já sem falar na mente
A morte espreita em cada canto do mundo
Em cada esquina na escarpa que me fere os pés

Conta-me dos mortos que dos vivos pouco me lembro
Nesta aflição que enregela o meu canto ou o meu trabalho
Deste vírus mortal que ataca toda a humanidade

Conta-me dos vivos, que dos mortos esses não ficarão esquecidos
Na saudade que já deixam de tantas lágrimas perdidas
De um adeus feito a distância que sufoca a alma
Pois a esperança nasce todos os dias e a fé a todas as horas

Carpe diem

Os caminhos são feitos de pedra
Mas Deus nos ampara mesmo descalços

🌹👒🍂

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
ღMortal viver, mortal morte, Covid 19✿

ESTÁ A MORRER A GERAÇÃO DOS NOSSOS PAIS 🌹

 
ESTÁ A MORRER A GERAÇÃO DOS NOSSOS PAIS 🌹
 
Está a morrer a geração dos nossos pais
Que com sentimento matava a fome que a vida lhe ia dando
Já a nova geração é tudo fútil sem sentimento
Quanto mais têm, mais querem, sem dar valor a nada
Está a morrer a geração dos meus, dos teus pais
Aquela que sem estudos educou os filhos como sabia
Com firmeza, respeito, fé, humildade e perdão
Apesar de terem muito pouco
Nunca deixou de faltar o pão na mesa
Que nunca faltasse o mínimo em casa ou o indispensável
Que nos ensinou valores que hoje ninguém dá valor
Como o respeito pela vida humana, o amor pelos outros
A geração que ensinava os rapazes sobre o respeito
E valor das mulheres, e as raparigas o respeito
E valor dos homens em casa, que deviam respeitar
Com amor cada indivíduo cada decisão
Estão a morrer aquela geração que podiam viver
Com pouca ostentação, sem ficarem tristes
Pela pouca riqueza que tinham, mesmo assim eram felizes
Aquela geração que começou a trabalhar em crianças
Sem tempo para brincar, pois tinham que ajudar em casa
Ajudar a criar os irmãos, sem se queixarem
Aquela geração que mesmos em tenra idade tinha já valores
Como responsabilidade, morrem aqueles que nos ajudaram
A crescer, em muitos casos ajudaram a criar os netos
Eles que passaram por tantas dificuldades para criar os seus
Sem nunca desistir, aquela geração que nos ensinou a viver
Com dignidade, com fé, com amor, com lealdade
Com humildade, com perdão, com sabedoria
Com esperança, sem amargura no coração
Morrem aqueles que depois de uma vida feita de tantos sacrifícios
De tantas dificuldades que fizeram durante toda a sua vida
Hoje têm as mãos enrugadas, a testa franzida
A cara cheia de rugas e de tantas mazelas
Que a vida lhes foi dando e mesmo assim com um lindo sorriso
E sempre com a cabeça erguida e com o coração em pedacinhos
É essa geração que nos ensinou tantas coisas durante
A nossa vida e fomos felizes que nos deram a vida está a morrer
A morrer sem que nada passamos fazer
A geração que tanto lutaram pequenas crianças
Que tiveram que crescer rápido
Bendita, bendita seja a geração que nos amou tanto
E que tanto nos ensinou

A geração dos nossos queridos pais.

🌹
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
ESTÁ A MORRER A GERAÇÃO DOS NOSSOS PAIS 🌹

Quando eu morrer, não chores🌻

 
Quando eu morrer, não chores🌻
 
Quando eu morrer, não chores
Eu não te poderei ouvir
Quando eu morrer, não peças perdão
Eu não te poderei perdoar
Quando eu morrer, não me tragas flores
Eu não sentirei o seu perfume
Quando eu morrer, não sintas saudades
Eu não as terei de certeza
Quando eu morrer, lembra-te
Dos momentos felizes
Serei uma poesia no teu coração
Quando eu morrer, não chores
Não lamentes a minha partida
Quando eu morrer não chores
Olha que o Outono leva as folhas
E eu vou florir no próximo Inverno
Quando eu morrer não chores
Porque eu serei eterna em teu coração
Quando eu morrer meus amores
Eu estarei em paz com Deus.

🌻🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Quando eu morrer, não chores🌻

" É TRISTE ENVELHECER"🌸

 
" É TRISTE ENVELHECER"🌸
 
É triste envelhecer
Não tenho medo da morte, claro que fujo dela
Tenho medo ficar sozinha numa cama
De um hospital, de um lar
À espera de um carinho, de uma pessoa estranha
Dos olhares de dor, solidão
Já olharam para dentro dos olhos, de um idoso?
Então olhem porque tem dor, dor, dor
Solidão, escuridão, quando passar por um velhinho
Mesmo que não o conheça, dê-lhe um abraço
Ele pensará que és maluco
Mas verás os olhos dele a brilhar
A dor terá desaparecido, é duro ver os outros a sofrer
É o que eu encontro e sinto no meu trabalho
Estas pessoas que um dia já foram amadas e felizes
Hoje vivem na escuridão, no abandono
Por os familiares e parentes
Ficam à espera de carinho e compreensão
De uma palavra amiga, de alguém que as oiçam
Hoje só resta um carinho de todos os que trabalham
Com estas pessoas, doentes da idade
Alegres e felizes com falta de amor
Que só sentem o abandono de quem amaram
E já os esqueceram
Não sabem se estão vivos ou mortos
Abandonados à sua sorte nesta imensa solidão
De ser velho seja na cidade
Vila ou aldeia, é triste ser-se velho.

Se o meu último dia fosse hoje
- Diria que amei tudo (...)
- O que mais podia ter amado.
👒🌹🌸
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
" É TRISTE ENVELHECER"🌸

Vivemos tão ocupados de nós🌹

 
Vivemos tão ocupados de nós🌹
 
Vivemos tão ocupados de nós
Próprios com coisas banais inúteis
Que criticamos, magoamos, odiamos
Que nem nós a percebemos
Que a vida está a passar diante dos nossos olhos
Como é bom acordar, amar, sentir o aroma
da vida, com o sentimento doce, suave
O amargo que nos impede de ver-nos mais além
Onde andamos perdidos na escuridão
E a voz do silêncio que procura a maldade nos seus
Corações, que se escondem com medo da luz do amor
Onde o grito de Deus nos chama à razão 🌹
Na vida, muitas vezes vivemos dificuldades e infortúnios
Sofremos, desesperamos, lamentamos e choramos
A vida é complexa, é como um imenso labirinto de fragas
Constantemente caminhamos por caminhos de cenários brutescos
E ininterruptamente nos deparamos em situações
Que nos transformam
Que modificam a nossa própria natureza
Do nosso instinto selvagem
Que exigem qualidades, que muitas vezes não possuímos
Exigindo dos outros, valores extraordinários!

É nas decepções que Deus utiliza
o amor para nos mostrar a estrada.

🌹

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Vivemos tão ocupados de nós🌹

A vida é um apeadeiro de memórias 🌺

 
 A vida é um apeadeiro de memórias 🌺
 
A casa velha continua muito bela
Apesar dos anos que vai passado por ela
Paredes de pedra de cal já gasta

As árvores são versos que a terra
Escreve no céu e os pássaros fazem casa
Entre as memórias curtas de verão

Da casa velha poucas lembranças guardo
Mas sim dos fantasmas que oiço
E que nas suas caves ainda habitam

A vida é um apeadeiro de partidas e chegadas
Onde viajamos nos sonhos e regressarmos à realidade
É por a vida ser breve que agarro cada momento de felicidade

São as memórias que ficam em nós
Que mais deixam saudade na nossa alma
🌷🌹

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 A vida é um apeadeiro de memórias 🌺

Sol a estrela

 
Sol a estrela

O amigo mais prestativo de todo o Universo
que nunca faltou às suas promessas reais
um reinante presente por vezes encapotado
quando as nuvens cheias o encobrem, leais.

Tudo na vida é especial, tudo com precisão.
Mãos que moldaram barro com o seu amor
e a natureza é um painel de frutuosa beleza
e um único mar verde a esmeralda de valor!

Estrelas iluminam o mundo quando escurece,
contributo da grandeza, saúda durante o dia
à noite vai para casa cansado e adormece.

Mas a alegria vem da luz e calor que todos abrasa
aquece corações, seca lágrimas, ilude tristezas
é de todos, nem pede licença entra-nos em casa .
 
Sol a estrela

*Ser mulher não é ter formas fascinantesღ

 
*Ser mulher não é ter formas fascinantesღ
 
Ser mulher não é ter as formas
De um corpo fascinante
É ter a beleza que o tempo transfigura
E continuar a ser especial
Ser mulher é chorar calada as dores do mundo
Ser mulher é cair e voltar a andar
Ser mulher é saber quando o sol nasce
É conseguir encontrar uma flor no deserto
Ser mulher é ter sido escolhida por Deus
É ter os sentimentos francos
E sentir ainda o fulgor dos seus cabelos brancos
É sentir-se como uma criança
E sonhar como uma mulher
Ser mulher é ter o brilho nos olhos
Quando a noite chegar.
🌺

🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
*Ser mulher não é ter formas fascinantesღ

Quantas crianças ficaram por nascer hoje? 🌺

 
Quantas crianças ficaram por nascer hoje? 🌺
 
Quantas crianças ficaram por nascer hoje?
Porque as pessoas acham que seriam
Maltratadas, mal educadas, mal alimentadas
Que seriam desnecessárias ao mundo!
Protege estes seres inocentes da maldade
De todo o ser humano que somos todos nós
Acolhe-as no teu leito como anjos
Da queles que não as deixaram nascer
Sim à vida, sempre à vida
Quantas crianças foram mortas hoje?
Quantas crianças serão mortas no ventre?
Quantas crianças ficarão por nascer?
É difícil estimar e imaginar a sua dimensão!
Muitas vezes de companheiros que obrigam
As suas companheiras a abortar, eles são responsáveis
Por muitas decisões mal tomadas, crianças mortas
Antes de nascer no ventre das suas mães!
Para muitas pessoas não é fácil prescindirem
Das suas ambições, são escravos de coisas inúteis
Fúteis de tudo que o dinheiro compra, carinho e amor
Quantas crianças foram mortas e serão mortas no ventre?
A vida é o melhor bem que Deus nos deu, viva a vida
Sim à vida, sempre à vida, obrigado Senhor por ter nascido.!

Rezemos um Pai Nosso.
🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Quantas crianças ficaram por nascer hoje? 🌺