https://www.poetris.com/
 
Textos : 

As Amizades

 
As Amizades



Carlão sabia como ninguém conquistar amigos nos moldes atuais de mercado.
Sem dúvida, em primeiro lugar era preciso ter uma inteligência competitiva em sua opinião de expert, depois investir corretamente nos amigos em potencial, agir com sutileza, de forma utilitarista e fria.
Só abordar os amigos que possuíssem altos investimentos, gerenciar a concorrência e jamais aceitar perder tempo com gente sem grana, afinal, um amigo leva tempo para conquistar e laços duradouros só valem a pena se forem compensatórios.
Tudo isso era real em sua vida, até o dia que caiu doente no hospital caro, e foi gastando toda a grana que tinha acumulado.
Pobre e sozinho já que seus amigos também pensavam como ele, chegou ao ponto de ficar à mercê do velho e bom tio Davi, aquele mesmo que o sobrinho desprezava por ser pescador.
Hoje mais humilde, e se recuperando enquanto olha a janela, vislumbra dias melhores e pensa em comprar um barco de sociedade com o tio, aprender a conviver com aquelas pessoas simples que lhe deram caldo quente, maças e carinho verdadeiro, como jamais recebera na vida, e também quer tentar o caminho inverso, ou seja; saber como funciona o conquistar amigos nos moldes da verdade e do coração.
Nada como deixar de ser mercadoria para se tornar gente!




Nina Araújo


O poeta Walmar Belarmino assim diz:
“CORAÇÃO DE POETA É TÃO SENSÍVEL,
TÃO SENSÍVEL DE UM JEITO IMENSURÁVEL
QUE CONSEGUE SENTIR O INAUDÍVEL
E BEIJAR COM LEVEZA O INTOCÁVEL
VER UM DEUS EM CADA MISERÁVEL
E CHORAR PELA DOR DE UM OPRIMIDO
MESMO ...

 
Autor
NinaAraújo
 
Texto
Data
Leituras
3532
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/08/2008 21:16  Atualizado: 25/08/2008 21:16
 Re: As Amizades
Singular tu também és!
Parabéns
Maravilha!
Edilson


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/08/2008 10:13  Atualizado: 26/08/2008 10:13
 Re: As Amizades
Belas histórias nos contas, Nina.

Seria bom que muita gente pudesse ler teu poema-conto-maravilha com toda a sensibilidade.

As pessoas simples fazem o mundo.
Espero nunca ser mais do que isso mesmo. Simples e com amizade por todos.

Vê-se o teu coração no que escreves.
Gostei imenso.

Abraço.


Enviado por Tópico
elisabeteluisfialho
Publicado: 26/08/2008 11:42  Atualizado: 26/08/2008 11:42
Da casa!
Usuário desde: 01/07/2008
Localidade: Alcobaça
Mensagens: 464
 Re: As Amizades
Oi Nina estou quase a voltar,hoje é o ultimo dia.
Vim matar saúdades suas mas...lei uma LIÇÂO de vida.
Boa Nina,no fim das contas é bem mais que uma poetisa.
Fixe para mim,sempre gostei de pessoas assim.
Obrigado por este momento.
Um abraço do tamanho do mundo


Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 26/08/2008 12:07  Atualizado: 26/08/2008 12:07
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1800
 Re: As Amizades
Nina,

que texto especial! Tocante, simples, sem redundâncias, directo, edificante, com uma moral que não é falsa. Toda a gente é capaz de perceber a profunda verdade que atravessa esta história muito bem escrita.
Ficava muito bem numa colectânea de textos de escola. Experimente contactar editoras escolares propondo-lhes este texto.
Obrigado por este momento de partilha.

Abraço


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 26/08/2008 16:22  Atualizado: 26/08/2008 16:22
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11068
 Re: As Amizades
Nininha,
valemos pelo que somos e não pelo que temos, pior é que há quem valorize as amizades pelo status.
Na minha família já vivenciei um caso assim, que acabou numa solidão tal que deu orogem ao suicídio.
Um alerta muito importante.
Beijinhos doces para ti
Nanda