https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Lágrimas Ocultas

 
Lágrimas que brotam de minha alma em silêncio,
silêncio de dor, angustia;
vão brotando uma a uma,
deixando meu coração fraco para as ampara;

Lágrimas de tristeza, dor;
vêm em silêncio,
e em silêncio se apoderam de mim
deixando-me sem forças para as deter.

Quero parar mas não consigo,
elas simplesmente ficam na minha alma
consumindo minhas forças, minhas energias.

Minha alma chora de dor,
meu coração palpita em pequenas batidas
ficando sem reacção aos meus sentimentos.

Não entendo o porquê de tanta dor no meu peito;

Sofro no silêncio da noite tentando consular meu coração,
mas faltam-me as forças….

Deixo-me ficar na esperança de no novo dia esta dor apaziguar;

Mas ela continua, dia após dias,
semana após semana, e eu…;
Nada consigo fazer…,
minhas forças abandonam minha mente, meu corpo…;

E aqui me entrego a estas lágrimas que brotam
de minha alma sem pedirem permissão….


Todos os meus textos estão registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais (IGAC)

 
Autor
DeboraAndrade
 
Texto
Data
Leituras
891
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MomentosDeMim
Publicado: 04/09/2008 20:31  Atualizado: 04/09/2008 20:31
Muito Participativo
Usuário desde: 02/09/2008
Localidade: Madeira
Mensagens: 56
 Re: Lágrimas Ocultas
Enquanto existirem na tua vida amigos verdadeiros, as tuas lágrimas podem ser muitas, mas jamais deverão ser ocultas. E podes sempre, sempre partilhá-las comigo.