https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Mágoas

 
Tags:  águas    mágoas    Rim  
 


Eu perguntei a um amigo meu
Que andava muito adoentado
O que de bom neste mundo
Pretendia ter um dia realizado

Ele me respondeu desta forma
Com o coração muito magoado:
- Eu daria todo meu o dinheiro
Para que um dia fosse curado

Ele estava passando muito mal
Com moléstia de ordem renal
Que era a razão de sua mágoa

Se algum dia ele ficasse curado
Daria tudo que tinha guardado
Somente pra poder beber água.

jmd/Maringá, 24.09.08


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
588
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 24/09/2008 17:30  Atualizado: 24/09/2008 17:30
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11102
 Re: Mágoas
João,
meu Deus, como somos mesquinhos.
Como não valorizamos a vida, a saúde...
Como perdemos tempo com frivolidades.
Um beijo, amigo
nanda

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/09/2008 21:20  Atualizado: 24/09/2008 21:20
 Re: Mágoas
Belo poema. Gostei muito deste poema, com ele uma bela lição de vida.
Beijo azul

Enviado por Tópico
Niafna
Publicado: 29/04/2010 23:09  Atualizado: 29/04/2010 23:09
Participativo
Usuário desde: 07/03/2007
Localidade: Vila das Lajes, Terceira, Açores
Mensagens: 34
 Re: Mágoas
A história está bem contada e na forma poética fica com mais significado.
Continue a escrever assim. :)