https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

Meu Amor …

 
Já não te conheço, não sei se te amo ou simplesmente amei,
Sei que sofro com esta angústia do passado ao presente, do ser ao não ser.

Afinal quem tu és? Quem eu sou?
Onde nos perdemos? O que queremos um do outro?
Tantas perguntas nenhuma resposta.

Queria poder descansar minha alma no teu colo,
sentir tua presença, tua alma, teu amor, mas nada disto consigo, sinto-me uma estranha, e tu um estranho para mim.

Ajuda-me a entender este amor que se perdeu na neblina do tempo.
Porque estás tão perto e ao mesmo tempo distante,
queria encontrar uma resposta para este meu sofrimento, mas…
mas não consigo, não entendo mais nada, não te conheço mais.

Cada dia que passa a minha dor aumenta,
não sei quem tu és, quem somos nós os dois,
o que queremos um do outro, se nosso amor ainda existe ou estamos a viver as ilusões do passado;
ilusões de um amor perdido no tempo.

Queria e quero amar-te como sempre te amei
até ao nosso reencontro, mas perdi-me; perdi-me no tempo, na realidade que tu és, e que eu sou,
já não sei quem sou, nem quem tu és, no que tu queres ou eu quero, simplesmente sinto-me confusa.

Ajuda-me a entender este nosso amor, se é que é amor…!


Todos os meus textos estão registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais (IGAC)

 
Autor
DeboraAndrade
 
Texto
Data
Leituras
739
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 29/09/2008 13:48  Atualizado: 29/09/2008 13:48
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Meu Amor …
Bela carta, bem redigida.
Só é pena que as coisas se alterem de forma a nos colocarem dúvidas, e quando nada é como dantes?!...
Gosto da forma como escreve, mas parece-me que há por aí um pouquinho de infelicidade...
Em frente...a vida continua.
Felicidades!!!