https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

“Enganei-me” – Soneto

 
Tags:  desejo    coração    alma    mar    beijo    abraço    sentidos    sonh  
 
“Enganei-me” – Soneto
 
“Enganei-me” – Soneto

Enganei-me ao pensar que o meu Norte
Aquele que procurava estava em seus braços
Que os sentidos estavam sob o jugo do teu beijo
Enganei-me ao delirar dentro do teu abraço

Tua presença, ondas revoltosas de um mar bravio
Ao meu desabrigo não trouxe proteção e segurança
Nessas ondas levou desejos e sonhos, um desvario
E os olhos penitentes, perderam-se em desesperança

Ainda assim, meu coração moleque vadio passeia
E de beijos armada, minha alma ainda alimenta
O sabor da boca, o toque das mãos, minha tormenta.

A essa intuição dou caldo,e aí seu perfume permeia
Meus labirintos, meus cantos,e meu olhar tristonho
Ainda busca dizeres, como quem acorda de um sonho.

Glória Salles
Open in new window


Glória Salles

 
Autor
GlóriaSalles
 
Texto
Data
Leituras
1734
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
24
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 29/09/2008 17:21  Atualizado: 29/09/2008 17:21
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4246
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Belissímo Glória, aplausos!


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 29/09/2008 17:24  Atualizado: 29/09/2008 17:24
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: “Enganei-me” – Soneto
"Enganei-me ao pensar que o meu Norte
Aquele que procurava estava em seus braços
Que os sentidos estavam sob o jugo do teu beijo
Enganei-me ao delirar dentro do teu abraço"


A vida é feita de enganos e através deles que vamos amadurecendo. E ainda assim que aprendemos como nos defender melhor.
Belo poema, querida Glória, como é habitual.
Beijo
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 29/09/2008 17:29  Atualizado: 29/09/2008 17:29
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 1865
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Glória,

Gostei demais do seu soneto em que narra uma paixão que não deu certo.

Parabéns!


Enviado por Tópico
jaber
Publicado: 29/09/2008 17:30  Atualizado: 29/09/2008 17:30
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 2803
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Busca dizeres e busca saberes numa sede inaudita que partilhas connosco e me deslumbra...

Um beijo


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 29/09/2008 17:46  Atualizado: 29/09/2008 17:46
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14854
 Re: “Enganei-me” – Soneto p/ GlóriaSalles
Querida Glória

Através dos caminhos enganosos
conhecemos os verdadeiros e límpidos
caminhos dos sentimentos... Lindo!

Beijinhos no coração


Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 29/09/2008 21:53  Atualizado: 29/09/2008 21:53
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3706
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Como te entendo amiga, como te entendo...
E quem nunca se tenha enganado, que venha falar então, das eternidades intocáveis do amor...
Porque quem se engana, sabe o que sente a alma e como são fortes e lancinantes as dores do coração!

Gostei muito, porque também já em tempos escrevi sobre o que minha alma sentia.

Beijo


Enviado por Tópico
ailtoninweb
Publicado: 30/09/2008 06:06  Atualizado: 30/09/2008 06:06
Da casa!
Usuário desde: 02/08/2008
Localidade: Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 203
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Beijos, abraços, sonhos, desvario.
Paixão louca, feito mar bravio...

Olhos, coração, alma, perfume, permeia.
Amor lindo e moleque, que não passou, passeia!

Já o estou adicionando aos meus favoritos, Glória.

Muito lindo em emoção e em construção este teu poema.

Parabéns, minha amiga de tanto carinho e talento!

Beijo,

Ailton


Enviado por Tópico
Abílio_Pereira
Publicado: 30/09/2008 07:53  Atualizado: 30/09/2008 07:53
Super Participativo
Usuário desde: 28/03/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 176
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Glória,

Minha linda... Espero que já não estejas com esse?olhar tristonho!

Recebe um GRANDE beijinho de parabéns por mais este teu lindo poema de amor...

Adorei te ler.



Abílio Pereira


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 30/09/2008 08:34  Atualizado: 30/09/2008 08:34
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11068
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Glorinha,
que lindo ese teu coração moleque, amiga
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/09/2008 12:16  Atualizado: 30/09/2008 12:16
 Re: “Enganei-me” – Soneto
... e mergulha-se num sonho ao ler-te!

"minha alma ainda alimenta
O sabor da boca"

Muita paixão!
Gostei.


Enviado por Tópico
LuisaMargaridaRap
Publicado: 30/09/2008 21:07  Atualizado: 30/09/2008 21:07
Colaborador
Usuário desde: 19/08/2008
Localidade: Portalegre - Alentejo
Mensagens: 1512
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Querida Gloria,
Por vezes quando amamos alguém profundamente esperamos que esse sentimento seja reciproco, é por vezes nos enganamos, a vida é meio complicada.
Seu soneto me encantou bastante, deixou em mim um rasto de nostalgia, fiquei lembrando dos meus enganos, aqueles que cometi por amar demais

Beijinhos

Luisa Raposo


Enviado por Tópico
cirodiverbena
Publicado: 01/10/2008 01:27  Atualizado: 01/10/2008 01:27
Da casa!
Usuário desde: 11/07/2008
Localidade: Votorantim - SP
Mensagens: 223
 Re: “Enganei-me” – Soneto
Belíssimo soneto minha cara...Gostei imensamente e, com prazer, vou colocá-lo entre meus favoritos...Beijos deste que muito te admira...Ciro!