https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Sempre o Vazio

 
Tags:  dor    vazio    culpa  
 
Porque condeno o meu corpo,
se o culpado é a mente?
Sociedade S,
O meu corpo XL!
Sou a esponja que se pune,
Absorvendo o mal que não lhe pertence.
Nasce a culpa,
minha filha...
minha única filha,
Que o meu ventre consumiu,
Numa dor que ainda…
…Corrói…
…dilacera...
Permanecendo apenas o vazio,
Sempre o vazio!

 
Autor
twilight
Autor
 
Texto
Data
Leituras
580
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/09/2008 20:29  Atualizado: 30/09/2008 20:29
 Re: Sempre o Vazio
Boa tarde,

Apesar da nostalgia, tristeza e baixo astral, quero felicitá-la pelo seu poema.

Boa noite

Cumprimentos,
José António

Enviado por Tópico
Morrigan
Publicado: 30/09/2008 20:43  Atualizado: 30/09/2008 20:43
Novo Membro
Usuário desde: 29/09/2008
Localidade:
Mensagens: 2
 Re: Sempre o Vazio
Belíssimo!
aprecio poemas com um ar de nostalgia como este seu.