https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Quando ela voltar

 
Tags:  flores    madrugada    volta    ventos  
 

Em altas horas da noite bate o vento
E fustiga a vidraça da minha janela
Não consigo dormir de sofrimento
Só fico acordado pensando nela

Nesta primavera as flores se abrem
Pressinto que ela está para voltar
O vento uivante talvez seja alarde
Que a minha saudade vai se acabar

Vem bem depressa para me consolar
Chega ligeirinho eu peço por favor
Pois dia e noite estou a lhe esperar

Que rufem tambores quando chegar
Que toquem as trombetas na sua volta
Pois toda a tristeza vai se acabar

jmd/Maringá, 10.10.08


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
556
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.