https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

A indesejada

 
Tags:  vida    tempo    dia    sinais  
 
Quando o dia está se acabando
E o sol se despede no horizonte
Eu vejo por de trás dos montes
Nuvens avermelhadas passando

Mais um dia que está para acabar
O caminho mais curto vai ficando
E o fim devagar vai se chegando
Ao dia que a morte nos virá buscar

O mundo sempre foi assim e será
E ninguém nesta vida livre ficará
De passar desta vida para a morte

Mas quem estiver vivo lá no final
Terá preferência, para no tribunal
Solicitar o seu celeste passaporte.

jmd/Maringá, 05.12.08



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
649
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 14/10/2017 13:53  Atualizado: 14/10/2017 13:53
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: A indesejada/ Para João Marino Delize
Olá João Marino!

Uma coisa é certa: tudo passa e passará.
As páginas amareladas da História desse mundo conta em detalhes a saga humana, até os dias que se seguem...

Parabéns pelo reflexivo soneto, poeta !
Bjos